Anete Guimarães – Mudança Interior, O Que Impede De Você Alcançar Aquilo Que Você Quer ?

4, julho, 2016 Sem comentários

REGIÕES ESPIRITUAIS E ERRATICIDADE

12, janeiro, 2015 Sem comentários

A propósito dos ns. 223 a 236 (regiões espirituais erraticidade), de O Livro dos Espíritos. Por Sergio F. Aleixo. Rio de Janeiro, 27-11-2014.

Centenário de Herculano Pires / palestra de Sérgio Aleixo

24, novembro, 2013 1 comentário


“Na primeira intervenção em defesa do espiritismo, Herculano Pires tinha vinte e poucos anos e deixou claro que colocava o espiritismo acima das lideranças e das instituições doutrinárias.” (Jorge Rizzini, em J. Herculano Pires — o apóstolo de Kardec).

Evento comemorativo do centenário de Herculano Pires. Acontecido no C.E. Cairbar Schutel. Capital Paulista. Em 21-11-2013

Você ainda não fez sua reforma íntima?

3, junho, 2012 2 comentários

O Espiritismo não criou igrejas, não precisa de templos suntuosos e tribunas
luxuosas com pregadores enfatuados. Não tem rituais, não dispensa bênçãos, não
promete Lugar celeste a ninguém, não confere honrarias em títulos ou diplomas
especiais, não disputa regalias oficiais. Sua única missão é esclarecer, orientar, indicar o
caminho da autenticidade humana e da verdade espiritual do homem. Se não
compreendermos isso e nisso não nos integrarmos estaremos sendo pedras de tropeço
para os que desejam realmente evoluir, não por fora, mas por dentro. E esse por dentro

não quer dizer reforma, mas desenvolvimento das potencialidades do espírito. A teoria da
reforma intima é um engodo que levou muitos companheiros aproveitáveis à vaidade
adulteradora.
Leia mais…

Os espíritas não sabem o que é o Centro Espírita.

5, abril, 2012 1 comentário

“Se os espíritas soubessem o que é o Centro Espírita, quais são realmente a sua função e a sua significação, o Espiritismo seria hoje o mais importante movimento cultural da Terra. Temos no Brasil – e isso é um consenso universal – o maior, mais ativo e produtivo movimento espírita do planeta. A expansão do Espiritismo em nossa terra é incessante e prossegue em ritimo acelerado. Mas o que fazemos, em todo este vasto continente espírita, é um esforço imenso de igrejificar o Espiritismo, de emparelha-lo com as religiões decadentes e ultrapassadas, formando por toda parte núcleos místicos, desligados da realidade imediata”.

Leia mais…

UMBRAL E NOSSO LAR – UMA REALIDADE NÃO EXISTENTE EM FACE DE DOUTRINA DOS ESPÍRITOS.

1, abril, 2012 22 comentários

umbral fote

Desde a publicação do livro Nosso Lar pelo espírito André Luiz, psicografado pelo médium Chico Xavier, que o inferno católico transvestiu-se em ‘umbral’, alimentado pelo imaginário dos ‘espíritas’ ainda arraigados à dogmática católica. Por outro lado, a “cidade espiritual” denominada de “Nosso Lar“, tornou-se o céu, cujo destino é almejado por todos aqueles que sonham com a felicidade quando do retorno ao plano espiritual.

Leia mais…

MÁXIMAS EXTRAÍDAS DO ENSINAMENTO DOS ESPÍRITOS

20, fevereiro, 2016 Sem comentários

kardec3-avh132

O objetivo essencial do Espiritismo é o melhoramento dos homens. Não é preciso procurar nele senão o que pode ajudá-lo para o progresso moral e intelectual.

O verdadeiro Espírita não é o que crê nas manifestações, mas aquele que faz bom proveito do ensinamento dado pelos Espíritos. Nada adianta acreditar se a crença não faz com que se dê um passo adiante no caminho do progresso e que não o faça melhor para com o próximo.

O egoísmo, o orgulho, a vaidade, a ambição, a cupidez, o ódio, a inveja, o ciúme, a maledicência são para a alma ervas venenosas das quais é preciso a cada dia arrancar algumas hastes, e que têm como contraveneno: a caridade e a humildade.

Leia mais…

HISTÓRICO DO ESPIRITISMO

20, fevereiro, 2016 Sem comentários

Planchete

Por volta de 1848, chamou-se a atenção, nos Estados Unidos, para diversos fenômenos estranhos que consistiam em ruídos, batidas e movimento de objetos sem causa conhecida. Esses fenômenos aconteciam com freqüência, espontaneamente, com uma intensidade e persistência singulares; mas notou-se também que ocorriam particularmente sob a influência de certas pessoas, às quais se deu o nome de médiuns, que podiam de certa forma provocá-los à vontade, o que permitiu repetir as experiências. Para isso usaram-se sobretudo mesas; não que este objeto seja mais favorável que um outro, mas somente porque ele é móvel, é mais cômodo, e porque é mais fácil e natural sentar-se em volta de uma mesa que de qualquer outro móvel. Obteve-se dessa forma a rotação da mesa, depois movimentos em todos os sentidos, saltos, reversões, flutuações, golpes dados com violência, etc. O fenômeno foi designado, a princípio, com o nome de mesas girantes ou dança das mesas.

Até então, o fenômeno podia explicar-se perfeitamente por uma corrente elétrica ou magnética, ou pela ação de um fluído desconhecido, e esta foi aliás a primeira opinião formada. Mas não se demorou a reconhecer, nesses fenômenos, efeitos inteligentes; assim, o movimento obedecia à vontade; a mesa ia para a direita ou para a esquerda, em direção a uma pessoa designada, ficava sobre um ou dois pés sob comando; batia no chão o número de vezes pedido, batia regularmente, etc. Ficou então evidente que a causa não era puramente física e, a partir do axioma: Se todo efeito tem uma causa, todo efeito inteligente deve ter uma causa inteligente, concluiu-se que a causa desse fenômeno devia ser uma inteligência.

Leia mais…

OS ESPÍRITOS FALAM?

31, dezembro, 2015 Sem comentários

ANTICONCEPÇÃO E RACISMO

29, novembro, 2015 1 comentário

Alamar Régis e o Padre Médium – Pe. Miguel Martins

7, junho, 2015 Sem comentários

Vejam este vídeo. O que vocês acham? Deixem seus comentários.

RAINHA EUDÓXIA E A REENCARNAÇÃO NA BÍBLIA

26 MANEIRAS DE IDENTIFICAR SE UMA MENSAGEM PROVÉM DE UM BOM ESPÍRITO

31, maio, 2015 Sem comentários

26.svg

Seja você espírita ou não, provavelmente, já se viu em determinada situação em que alguém lhe transmitiu alguma “mensagem”, recebida por algum médium, adivinho ou “sensitivo”, tendo você como especial destinatário.
É muito provável, também, você conhecer pessoas que andam consultando e recebendo instruções de espíritos por aí, na intenção de obter soluções rápidas para seus problemas ou aflições. Há também o caso daquele seu vizinho que “recebe” tal e qual entidade e “trabalha” em casa mesmo.
Pois bem, você deve ter ficado em dúvida, sem saber discernir o conteúdo dessas mensagens. Teria sido proveniente de um espírito mesmo? Ou então, no mínimo, teria esse espírito uma índole moral superior capaz de merecer a sua confiança?

Leia mais…

Sequência lógica e natural das três revelações cristãs.

20, julho, 2014 2 comentários

moisés-jesus-e-kardecO Espiritismo é o prosseguimento natural do Cristianismo. Como diz Emmanuel: “É a Renascença Cristã do Mundo”. Graças a essa doutrina de luz e de amor, os princípios cristãos vão sendo restabelecidos em sua pureza primitiva. Foi necessário, para esse restabelecimento, o concurso do Céu, como o Cristo já havia previsto e, segundo podemos ver, nas passagens referentes ao Consolador, no Evangelho de João. As vozes do céu tiveram de conclamar os homens, na terra, para a volta à realidade evangélica.

Pouco importa que os adversários da doutrina digam o contrário, que acusem o Espiritismo de anticristão e chamem os espíritas de embusteiros. Convém lembrar que os sacerdotes das religiões pagãs, e os próprios sacerdotes do judaísmo, fizeram a mesma coisa com o Cristianismo. Nem o Cristo respeitaram. Acusavam Jesus de embusteiro, de feiticeiro, de endemoniado e chamavam os cristãos de hereges e mistificadores. Se Jesus expelia os demônios, libertando pobres criaturas das garras de seus terríveis obsessores, diziam que o divino Mestre o fazia porque “tinha parte com o Diabo”. A história se repete, e os espíritas precisam se lembrar do heroísmo e da serenidade dos cristãos primitivos, para se portarem à altura dos ensinamentos evangélicos, diante das acusações de hoje.

A missão de Jesus não findou com a crucificação, como a sua doutrina de luz não se apagou com as deturpações humanas. Depois da crucificação, houve a ressurreição. E, assim também, após as deturpações, surge a hora gloriosa da restauração, anunciada pelo Cristo. O anúncio é claro e preciso, como vemos no cap. 14 do Evangelho de João, versículo 26: “Aquele Consolador, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito”. O Consolador nos lembra os princípios verdadeiros do ensino de Jesus, que os homens perturbaram através dos tempos, ajeitando-os, muitas vezes, às suas conveniências. Mas, não se limita a lembrar o que foi dito naqueles tempos, porque lhe cabe também “ensinar todas as coisas”, dizer tudo aquilo que, no tempo de Jesus, não estávamos em condições de ouvir, porque não as entenderíamos.

Leia mais…

Assistência dos espíritos nas dificuldades da vida.

20, julho, 2014 Sem comentários

reunião-espiritaConfusões entre o meio e o fim acarretam decepções doutrinárias – O que importa no Espiritismo é o Reino de Deus e a sua Justiça.

Um dos fatores mais frequentes de decepções, na prática espírita, é o utilitarismo dos praticantes. Há pessoas que só compreendem as coisas do ponto de vista da utilidade imediata. Essas pessoas não se dirigem ao Espiritismo na procura de uma visão mais ampla da vida, de melhor compreensão, de maior equilíbrio psíquico.

Desejam, pelo contrário, obter benefícios imediatos: cura, solução de problemas financeiros ou amorosos, arranjo da vida. Pretendem fazer do Espiritismo um meio de conquista de vantagens pessoais. Os resultados dessa atitude só podem ser negativos.

Não é missão do Espiritismo “arranjar a vida” de quem quer que seja. Os Espíritos superiores não estão a serviço dos pequeninos e passageiros interesses humanos. Dessa maneira, a pessoa que deseja benefícios acaba perdendo a assistência dos Espíritos superiores e sofrendo o assédio dos inferiores. Estes, sim, estão sempre prontos a atender a todos os pedidos, mesmo os mais injustos. E, se às vezes fazem alguns benefícios imediatos, não raro cobram muito caro o que fizeram, causando, mais tarde, amargas decepções.

Leia mais…