Arquivo

Arquivo de abril, 2012

DO PRINCÍPIO DA NÃO-RETROGRADAÇÃO

26, abril, 2012 Sem comentários

Tendo sido levantadas, várias vezes, questões sobre o princípio da não-retrogradação dos Espíritos, princípio diversamente interpretado, iremos tentar resolvê-las. O Espiritismo quer ser claro para todo o mundo, e não deixar aos seus futuros filhos nenhum assunto de querelas de palavras, por isso todos os pontos suscetíveis de interpretação serão sucessivamente elucidados.
Leia mais…

FALTA DE FORMAÇÃO DOUTRINÁRIA.

26, abril, 2012 Sem comentários

Sem a formação doutrinária, não teremos um movimento espírita coeso e coerente. E, sem coesão e coerência, não teremos Espiritismo. Essa a razão por que os Espíritos Superiores confiaram às mãos de Kardec o pesado trabalho da Codificação. Kardec teve de arcar, sozinho, com a execução dessa obra gigantesca. Porque só ele estava em condições de realizá-la. Depois de Kardec, o que vimos? Léon Denis foi o único dos seus discípulos que conseguiu manter-se à altura do mestre, contribuindo vigorosamente para a consolidação da Doutrina. Era, aparentemente, o menos indicado. Não tinha a formação cultural de Kardec, residia na província, não convivera com ele, mas soubera compreender a posição metodológica do Espiritismo e não a confundia com os desvarios espiritualistas da época.
Leia mais…

FALA-SE MUITO EM ESPIRITISMO, MAS QUASE NADA SE SABE A SEU RESPEITO.

26, abril, 2012 Sem comentários

 Kardec afirma, na introdução de “O Livro dos Espíritos”, que a força do Espiritismo não está nos fenômenos, como geralmente se pensa, mas na sua “filosofia”, o que vale dizer na sua mundividência, na sua concepção da realidade. Mas de onde vem essa concepção? Como foi elaborada?

Os adversários do Espiritismo desconhecem tudo a respeito e fazem tremenda confusão. Os próprios Espíritas, por sua vez, na sua esmagadora maioria estão na mesma situação. Por quê? É fácil explicar. Os adversários partem do preconceito e agem por precipitação. Os espíritas, em geral, fazem o mesmo: formulam uma idéia pessoal da Doutrina, um estereótipo mental a que se apegaram. A maioria, dos dois lados, se esquece desta coisa importante: o Espiritismo é uma doutrina que existe nos livros e precisa ser estudada.
Leia mais…

VOCÊ ACREDITA NA VIDA APÓS O NASCIMENTO?

15, abril, 2012 Sem comentários

O CÉTICO E O LÚCIDO …
No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. O primeiro pergunta ao irmão gêmeo :

– Você acredita na vida após o nascimento?

– Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.

– Bobagem, não há vida após o nascimento. Como verdadeiramente seria essa vida?

Leia mais…

DICAS DE BOA LITERATURA ESPÍRITA

15, abril, 2012 1 comentário

 Temos todos notados à enxurrada de livros anti-doutrinário que vêm lotando as prateleiras de Centros e livrarias Brasil afora. Claro que cada um pode ler o que bem quiser, porém cabe sempre aos mais atentos informar que nem sempre as obras que são lançadas como sendo espíritas o são verdadeiramente, porque afrontam, sutilmente ou não, os mais elementares princípios da Doutrina Espírita. Infelizmente, há uma tendência – por pura ingenuidade e/ou desconhecimento – de se acreditar que toda obra mediúnica é confiável, ou seja, que deriva de uma fonte pura e que, consequentemente, está em conformidade com o que ensina o Espiritismo.

OS ESPÍRITOS NÃO TRANSAM, NÃO COMEM E NÃO DORMEM!

7, abril, 2012 7 comentários

Embora essa afirmação vá contra os ventos do movimento espírita atual, é importante observarmos o que Allan Kardec ensina, em O Livro dos Espíritos, cap. 6, perguntas 237 em diante:

SEXO: necessita de órgãos genitais. O Espírito não tem … vai penetrar o que e onde? (aliás não tem nem sexo, ou seja é assexuado).

SONO: necessidade de repouso físico: o Espírito não tem mais um corpo e seu descanso é exclusivamente moral e intelectual.

FOME: necessidade de reposição química para o organismo, a fim de restabelecer energias necessárias ao seu funcionamento: o Espírito não tem um corpo físico e com isso, não tem necessidade de repor energias assim como nós
Leia mais…

QUAIS SÃO AS OBRAS BÁSICAS DA DOUTRINA ESPÍRITA?

5, abril, 2012 1 comentário

  Temos percebido uma completa indefinição do que sejam, no Espiritismo, as obras básicas. Quem tiver a curiosidade de pesquisar, por exemplo na Internet, verá que a confusão se instalou no Movimento Espírita, tal qual uma nova torre de Babel.

Querem uns, inclusive, e esses não são poucos, relacioná-las a uma denominação usada por correntes religiosas apoiadas em livros sagrados, que acreditam conter as revelações divinas, quando, não sabemos o porquê, a tratam como o “Pentateuco” da Codificação. Vemos nessa atitude certa incoerência, mas como, infelizmente, muitos não conseguem se desligar do que aprenderam em suas religiões de origem, acabam, se não intencionalmente, pelo menos inconscientemente, trazendo para o nosso meio, coisas nunca ditas ou mencionadas pelo Codificador.

Leia mais…

OS INSTRUTORES DA CODIFICAÇÃO E O ESPÍRITO DE VERDADE

5, abril, 2012 Sem comentários

As grandes forças que auxiliaram Kardec.

Pôr a descoberto a excelência da proteção dispensada aos trabalhos de Allan Kardec é fundamental à compreensão e preservação da verdadeira identidade do Espiritismo. Isto leva o adepto sincero e devotado a poderosos meios de reflexão para que conclua pela singularidade insubstituível da Obra Kardeciana, cuja margem de segurança garantiu a confiabilidade dos conteúdos obtidos e lhe confere a situação de não haver sido superada por qualquer outra a que se atribua o adjetivo “espírita”.

Nomes como São João Evangelista, Santo Agostinho, São Vicente de Paulo, São Luís, O Espírito de Verdade, Sócrates, Platão, Fénelon, Swedenborg – para citar apenas os que se identificam nos Prolegômenos de O Livro dos Espíritos – fizeram das obras de Allan Kardec o que a respeito delas assegurou J. Herculano Pires: “[…] foi trabalho inspirado e orientado pelas mais elevadas forças espirituais que o nosso mundo já teve a oportunidade de conhecer”. (O Espírito e o Tempo. Ruptura do arcabouço literal.)

Leia mais…

Os espíritas não sabem o que é o Centro Espírita.

5, abril, 2012 1 comentário

“Se os espíritas soubessem o que é o Centro Espírita, quais são realmente a sua função e a sua significação, o Espiritismo seria hoje o mais importante movimento cultural da Terra. Temos no Brasil – e isso é um consenso universal – o maior, mais ativo e produtivo movimento espírita do planeta. A expansão do Espiritismo em nossa terra é incessante e prossegue em ritimo acelerado. Mas o que fazemos, em todo este vasto continente espírita, é um esforço imenso de igrejificar o Espiritismo, de emparelha-lo com as religiões decadentes e ultrapassadas, formando por toda parte núcleos místicos, desligados da realidade imediata”.

Leia mais…

UMBRAL E NOSSO LAR – UMA REALIDADE NÃO EXISTENTE EM FACE DE DOUTRINA DOS ESPÍRITOS.

1, abril, 2012 22 comentários

umbral fote

Desde a publicação do livro Nosso Lar pelo espírito André Luiz, psicografado pelo médium Chico Xavier, que o inferno católico transvestiu-se em ‘umbral’, alimentado pelo imaginário dos ‘espíritas’ ainda arraigados à dogmática católica. Por outro lado, a “cidade espiritual” denominada de “Nosso Lar“, tornou-se o céu, cujo destino é almejado por todos aqueles que sonham com a felicidade quando do retorno ao plano espiritual.

Leia mais…