Arquivo

Arquivo de outubro, 2013

SOMOS ESPÍRITOS

26, outubro, 2013 1 comentário

O Livro dos EspíritaNão estamos na Terra para nela permanecermos. Estamos aqui de passagem. Não somos criaturas terrenas. Somos habitantes do cosmos. Milhões de mundos nos esperam no espaço sideral.
Humanidades superioras, gloriosas, anseiam por nos receber em mundos felizes, de trabalho e de paz, o grande trabalho da evolução universal. Não se trata de uma ilusão, mas de uma verdade que dia-a-dia se torna mais visível e mais palpável. “Há muitas moradas na Casa de meu Pai”, disse Jesus. E o Pai de Jesus é o nosso Pai, a Inteligência Suprema, que nos criou para um destino superior. Não façamos da vida terrena a nossa única vida. Não fiquemos agarrados à Terra. O Infinito é o nosso destino.

Não somos feitos de carne e osso. Nem o corpo é somente
destinado à morte e à corrupção. Afastemos da nossa mente a
idéia de morte. Ninguém morre. O que morre é apenas o corpo
material. Ressuscitamos no corpo espiritual, que é o corpo da
ressurreição. Os que se entregam à morte, fecham os olhos à vida.
Quando morremos na Terra renascemos para a Vida Maior.
As ciências atuais avançam rapidamente, na descoberta da
nossa verdadeira natureza. A Física descobriu a antimatéria, provando
definitivamente a existência do outro mundo. As próprias
religiões se modificam, reformulam os seus conceitos, diante do
avanço irreversível da cultura. Vai longe o tempo da ignorância
materialista. Estamos entrando na civilização do Espírito.
Tomemos consciência da realidade do Espírito. Aproveitemos
a vida no bom sentido, aprendendo com ela a viver o futuro. O
presente se esvai a cada minuto que passa. O futuro é a realidade
em que nós mergulhamos dia-a-dia. Nosso corpo tem vida limitada,
mas nosso Espírito não está sujeito aos limites do tempo. Você
é Espírito. Seu corpo é apenas um instrumento da sua manifestação
na Terra. Não se apegue ao mundo. Liberte-se do apego à
matéria, tome consciência de sua natureza espiritual.
Não se preocupe com os seus problemas, mas procure dar
conta do seu recado. Você é um caixeiro-viajante e precisa cumprir
as suas obrigações, diante da passagem terrena. Não prejudique
ninguém. Não faça maldade. Não explore. Não roube. Seja
honesto e procure servir aos outros o mais que puder. O que fizermos
para os outros, nos será devolvido por outros. E devolvido
com juros!

Escrito por Herculano Pires

no livro “No limiar do amanhã”