Página Inicial > Luiz Carlos da Silva > O CATÓLICO É DIFERENTE DO ESPÍRITA?

O CATÓLICO É DIFERENTE DO ESPÍRITA?

O católico vai à igreja para ouvir o sermão do padre.

O espírita vai ao centro espírita para ouvir o sermão do expositor.

O católico vai à igreja por obrigação, para ter a proteção de Deus.

O espírita vai ao centro espírita por obrigação, para ter a proteção dos Espíritos Superiores.

O católico vai a igreja tomar a hóstia porque simboliza o corpo de Cristo e isto purifica a alma.

O espírita vai ao C.E. tomar passe para purificar o Espírito livrando-o dos fluídos pesados.

O católico usa água benta.

O espírita usa água fluídica.

O católico reúne a família para cultuar os Santos.

O espírita reúne a família para o “evangelho no lar”.

O católico adora os Santos; São Judas Tadeu, Santo Expedito etc…

O espírita adora os espíritos superiores; Emmanuel, André Luiz, Joana de Angelis etc…

O católico lê a Bíblia antes de dormir.

O espírita lê o Evangelho segundo o espiritismo.

O católico vai à igreja se confessar ao Padre.

O espírita vai ao CE orientar-se com os trabalhadores (só falta confessar os pecados).

O católico morre de medo do inferno.

O espírita morre de medo do umbral.

O católico sonha em morrer e ir para o Céu.

O espírita sonha em desencarnar e ir para o Nosso Lar.

O católico diz que Deus criou o homem a sua imagem e semelhança quando que na verdade foi o homem quem criou um Deus a sua imagem e semelhança.

O espírita diz que o Plano Espiritual é igual a terra (teremos a nossa alimentação, banho, hospitais, transporte coletivo, vida política, poderemos até namorar)  quando que na verdade foram os espíritas que criaram um Plano Espiritual a imagem e semelhança da nossa vida terrena.

O católico confia cegamente no que determina o Vaticano.

O espírita confia cegamente no que determina a Federação Espírita Brasileira.

O católico confia cegamente no Papa.

O espírita confia cegamente em tudo que Divaldo Franco diz.

Este é o Espiritismo brasileiro, ou seria “A igreja Espírita Brasileira”

Jesus disse “Meu reino não é deste mundo” o que significa “O mundo ainda não está pronto para recebê-Lo”

Allan Kardec também poderia dizer “O Espiritismo não é deste mundo” o que significa “O mundo ainda não está pronto para o Espiritismo”

Escrito por Luiz Carlos da Silva

  1. Mário Ferreira da Silva
    24, setembro, 2014 em 13:52 | #1

    Histórico: Quando Kardec estruturou o espiritismo, usando a sua inteligência e como fazendo parte da elite francesa, inclusive sendo branco, procurou não distanciar muito do catolicismo com o objetivo de mostrar aos católicos uma nova opção “mais aprimorada” mantendo uma semelhança com o catolicismo primitivo (de São Francisco de Assis)- tendo como bandeira a caridade. Tentou tirar dos católicos franceses a ideia de inferno para estado de inferno, mas mantendo a punição (pecados), só que para mais adiante. Inspirou-se ou copiou idéias da reencarnação, modificando as. Como ele também estava mergulhado no capitalismo, colocou o esqueleto do espiritismo dentro de um pensamento capitalista espiritual. “quanto mais eu invisto em mim, quanto mais eu pratico o bem mais coisas boas ganharei (evolução, vou para lugares bons..) Colocou o Cristo como o grande salvador, e escreveu algumas passagens de Jesus e o batizou como evangelho. Introduziu a sistematização da mediunidade como uma forma de confrontar Moisés (tradição judaíca) e ficar mais perto do cristianismo. Sua grande sacada: velho testamento: judaísmo. Novo testamento: Cristianismo. Eles brigando entre eles. Espiritismo: Um cristianismo novo sem brigas “embrulhado” com ares de ciência. O único lugar que o espiritismo emplacou foi no Brasil, devido ás ideias místicas que existiam aqui trazidas por portugueses, índios e escravos criminosos da Africa. Caiu igual luva. É por isso que muitos católicos adoram o espiritismo, mas não largam o catolicismo, um completa o outro. O grande ponto positivo do espiritismo: transformação moral, isso redunda num homem melhor. Abraços! Mário

  1. Nenhum trackback ainda.