Kardec x Ramatis

Espíritos Superiores da Codificação x Ramatis

1- Astrologia:

Doutrina Espírita – Kardec deixa bem claro a posição do Espiritismo em “A Gênese” e há respostas dos espíritos indicando claramente que essa é uma crença supersticiosa e sem fundamento. O Espiritismo se baseia no livre-arbítrio;

Ramatis – Aceita a astrologia plenamente, e diz ainda que Jesus teve que esperar uma conjunção astrológica em Peixes para vir à Terra.

2- Jesus

DE – O modelo e guia da humanidade. Espírito perfeito. O Cristo, o Ungido;

Ramatis – Um espírito que, embora superior, foi um aprendiz dos essênios, tendo inclusive encarnado outras vezes na Terra. Numa dessas encarnações, segundo Ramatis, Jesus fora Antúlio de Maha-Ettel, líder da mitológica Atlântida. Para Ramatis, Jesus não é o Cristo, mas um médium do mesmo;

3- Métodos Contraceptivos

DE – Só é prejudicial se utilizado para satisfação da sensualidade, o que seria sinal de egoísmo. Apóia o planejamento familiar;

Ramatis- Condenados todos. Para o casal não ter filhos, tem que praticar a abstinência. Sexo só foi feito para procriação. Todo casal tem que ter, no mínimo, quatro filhos para estar quite com a lei;

4- Fim dos tempos

DE – Não acredita. Fala de uma renovação gradual através do avanço moral da humanidade. Fala em convulsões sociais, embates de idéias como sinais da renovação futura;

Ramatis – Aposta em um cataclisma de proporções globais, com elevação abrupta do eixo da Terra, que ceifará a vida de 2/3 da população. Após essa hecatombe, a Terra se tornará um planeta mais adiantado. Um suposto astro intruso, vulgarmente apelidado de “planeta chupão”, causaria tal destruição;

5 – Vegetarianismo

DE – Deixa-nos à vontade para escolher, embora alerte em relação a crueldade com os animais. Deixa a entender que essa será uma opção predominante no futuro, mas que não representa uma transgressão “uma vez que a carne alimenta a carne, do contrário o homem perece”.

Ramatis – O consumo de carne é um grave erro do ponto de vista espiritual, além de causar prejuízos à saúde.

6- Incensos, defumadores, amuletos, talismãs, ação de objetos materiais sobre os espíritos e sobre os fluidos

DE – Não admite qualquer ação da matéria sobre os espíritos ou sobre os fluidos ambiente;

Ramatis – Os defumadores e incensos são “detonadores de miasmas astralinos”, i.é, teriam efeito sobre os fluidos ambiente. A palavra AUM, quando pronunciada, nos ligaria ao Cristo Planetário;

7 – Médiuns Receitistas e médiuns curadores

DE – O médium receitista é psicógrafo;

Ramatis – O médium receitista é curador;

8 – Planeta Marte e vida extraterrestre

DE – Não se imiscui em questões que dizem respeito aos esforços da ciência humana. Espíritos podem trazer contribuições esporádicas, que no entanto deverão aguardar confirmação para serem plenamente aceitas;

Ramatis – Descreve vida material em Marte, com existência de vegetação abundante, oceanos, mares e florestas. Vai além e arrisca “revelar” a existência de 12 planetas no Sistema Solar, que comporiam a côrte dos “dozes apóstolos planetários do Cristo Solar”.

Mais alguns conceitos e idéias de Ramatis:

1- As plantas carnívoras possuem o eterismo (?) impregado de desejos e de paixão, porque elas participam do sexto mundo astral, que é a dos desejos e que precede o mundo etérico. (in “Mensagens do Astral”, p.269)

2- A órbita do planeta que teria destruído a Terra até 1999 é de 6.666 anos. (Ele previu a data da destruição, mas nada aconteceu) (idem)

3- Marcianos teriam atirado contra um caça americano F-15 e o reencarnado em Marte para compensar. (“O Planeta Marte e os Discos Voadores”)

4- Os essênios já conheciam o Espiritismo. (“O Sublime Peregrino”)

5- Aqueles que não alcançam uma evolução razoável na Terra no período exato de 2160 anos são exilados para outro orbe. (Mensagens do astral, p.255)

6- Ramatis prevê uma guerra com emprego de armas atômicas no último terço do séc. XX entre os dois continentes mais poderosos (quais?) (“Mensagens…”, p. 230)

7- Até o ano 2000, os pólos estariam livres do gelo. (idem, p.228)

8- Gigantes (pessoas altas?) são provenientes dos satélites jupiterianos, enquanto os anões são antigos emigrados do satélite de Marte. (idem, p.212)

9 – O espírito do homem é um fragmento do espírito de Deus. (idem, p.207)

10- Rituais, mantras, etc. são meios de se alcançar o “Cristo Planetário”. (idem, p. 302)

11- Júpiter é descrito por Ramatis como um planeta de substância rígida, contundente, enquanto, na verdade, é um planeta eminentemente gasoso. (“A Vida no Planeta Marte”, cap. V)

12- A calvície masculina e feminina seria causada pelo não acompanhamento das fases da Lua para o corte. (“Magia de Redenção”)

E você, amado leitor, fica com quem?

Com a Codificação Espírita, que tem como base o consenso universal e participação direta de espíritos do quilate de Erasto, Fenelón, S. Agostinho, S. Luis, Vicente de Paulo, Sócrates, Platão, entre outros, sob a égide do Espírito da Verdade, ou com a opinião unilateral de Ramatis?

O “metro que melhor mediu Kardec”, J. Herculano Pires, nos auxilia nesta decisão:

“A obra de Kardec é a bússola em que podemos confiar.

Ela é a pedra de toque que podemos usar para aferir a legitimidade ou não das pedras aparentemente preciosas que os garimpeiros de novidades nos querem vender.

Essa obra repousa na experiência de Kardec e na sabedoria do Espírito da Verdade.

Se não confiamos nela é melhor abandonarmos o Espiritismo.

Não há mestres espirituais na Terra nesta hora de provas, que é semelhante à hora de exames numa escola do mundo.

Jesus poderia nos responder, diante da nossa busca comodista de novos mestres, como Abraão respondeu ao rico da parábola:

Porque eu deveria mandar-vos novos mestres, se tendes convosco a Codificação e os Evangelhos?” (“Mediunidade” – Herculano Pires – Edicel – 4ª edição – pg. 28)

Análise crítica dos livros assinados pelo espírito Ramatis.

————————————————————————————————————————————————————————————————————————-

ARTIGO INVESTIGATIVO: RAMATIS PODE NEM EXISTIR

 

Não é de hoje que muitos que acompanharam e ainda acompanham os ditados atribuídos a um espírito conhecido como “Ramatis” cogitam da hipótese do mesmo sequer ter existido. Tal possibilidade, inicialmente, não nos pareceu digna de análise, mas como temos a obrigação de investigar em constante busca pela verdade, fomos atrás dos possíveis sinais que indicassem ser esta uma hipótese provável.

Surpreendentemente, na medida em que fomos avançando em nossa pesquisa, verificamos que há muitas evidências que indicam ser Ramatis e seus ditados, especialmente aqueles constantes das obras do “médium” Hercílio Maes, um reflexo, uma cópia das ideias abraçadas pelo citado médium.

 

Vejamos alguns pontos importantes a serem analisados:

1 – Hercílio Maes, o primeiro indivíduo a afirmar receber mensagens desse “espírito oriental”(?), veio a se dizer “espírita” somente após a publicação dos livros atribuídos a Ramatis, em cujas fichas catalográficas constam como sendo “espíritas”. Antes disso, o mesmo afirmava que era adepto da Teosofia, doutrina que, mais adiante, verificaremos que possuirá todos os seus principais postulados defendidos nas obras atribuídas ao espírito Ramatis.

2 – Hercílio Maes adotou, enquanto esteve encarnado, uma postura perante as religiões e doutrinas idêntica àquela propugnada por Ramatis: além de Teosofista, como dissemos, também era Rosacruciano, depois tornando-se “espírita”, promovendo uma miscelânea idêntica a que Ramatis incentiva em seus livros a título de “universalismo”.

3 – Hercílio Maes era um vegetariano radical, daqueles que considerava grave delito espiritual o consumo de carne. Tal noção foi igualmente repetida à exaustão em seus livros “psicodatilografados”, o que não verificamos nas obras de outros médiuns que afirmam ser intermediários de Ramatis. Leadbeater, um dos autores teosóficos mais mencionados por ele nos rodapés de seus livros, era igualmente radical defensor do vegetarianismo.

4 – Tal qual informamos acima, Hercílio Maes dizia receber as mensagens de Ramatis através da inspiração, sendo que não se utilizava de lápis e papel, e sim de uma máquina datilográfica, para transcrever tais mensagens advindas, segundo ele, de sua mediunidade inspirativa.

No entanto, segundo “O Livro dos Médiuns” (cap. XV, item 182), “médium inspirado é toda pessoa que recebe, seja no estado normal, seja no estado de êxtase, pelo pensamento, comunicações estranhas a suas ideias pré-concebidas”. Ora, assim sendo, falta em Hercílio Maes justamente esta característica fundamental da mediunidade inspirada, modalidade de mediunidade intuitiva, que é a desconexão entre as ideias do médium e as do espírito comunicante. Não é possível distinguir, como verificaremos mais adiante, o pensamento de um e de outro, porque o segundo repete ipsis literis as opiniões e ideologias do primeiro, o médium. Os ditados atribuídos a Ramatis, ao contrário do que se prevê e espera na mediunidade inspirada, não estavam fora dos limites dos conhecimentos e capacidades do médium. (Ver LM, Cap. XV, item 180)

5 – Outro fator digno de estranheza é o histórico atribuído às pregressas encarnações de Ramatis. Afirmava Hercílio Maes que Ramatis teria sido um instrutor em um santuário iniciático na Indochina do século X d.C, falecendo ainda cedo. Em vida no século IV teria participado dos acontecimentos narrados no poema hindu Ramaiana, o que não parece fazer sentido uma vez que esses contos épicos hindus são puramente alegóricos, não se ocupando nem de fatos, nem de personagens reais. Além disso, não há qualquer registro histórico ou tradição que sequer mencione a existência do suposto grupo iniciático fundado por um instrutor chamado Rama-tys. Este, portanto, ao que parece, nada mais seria do que o alterego (do latim alter=outro, egus= eu) de Hercílio Maes, que para dar credibilidade e anonimato à autoria de seus escritos, em dado momento, propositalmente ou não, “cria” uma entidade espiritual ao qual delega sua representação.

Notemos, agora, as notáveis semelhanças entre o que afirma Ramatis e os conceitos da Teosofia, doutrina abraçada pelo médium Hercilio Maes.

 

1 – A tese da elevação do eixo da Terra

Um dos carros-chefes dos livros de Hercílio Maes/Ramatis, que praticamente nem é abordado em livros de outros médiuns daquele espírito, é a tese de que a Terra sofreria uma elevação de seu eixo, causando uma série de calamidades e transformações nas condições de vida na Terra. Tal teoria não é nova. A obra intitulada “A Doutrina Secreta” (1888), de Helena Blavatsky, co-fundadora da Sociedade Teosófica, já a defendia e atribuía sua origem a “ensinamentos antigos”. Tal qual Ramatis reproduziria em seus livros, Blavatsky relata que acontecimentos igualmente assombrosos no passado teriam dado fim às mitológicas Atlântida e Lemúria, berços de sociedades hiper evoluídas.

 

2 – Jesus e Cristo como entidades distintas

A afirmação de Ramatis, inteiramente contrária ao que ensina a Doutrina Espírita, de que Jesus fora um médium de Cristo, não é nova. Novamente verificamos que é no Teosofismo que originalmente encontramos a defesa dessa tese. O Teosofismo afirma que Jesus e Cristo são pessoas distintas e que Cristo usou o corpo de Jesus quando este abandonou o seu corpo. Infelizmente, como boa parte dos “espíritas” não conhece a Codificação, a “revelação” de Ramatis pareceu, nos idos dos anos 50, inteiramente crível e doutrinariamente correta.

 

3 – Vocábulos utilizados na Teosofia

Todos os termos consagrados pela Teosofia estão presentes nas obras de Ramatis, em detrimento dos termos espíritas, comprovando aí a intrínseca relação do médium com a Teosofia, e não com o Espiritismo. Alguns desses termos são: “chakra”, “karma”, “corpo astral”, “plano astral”, “miasmas astralinos”, etc. O mesmo ocorre com relação a algumas concepções relativas à Criação, como o “Manvantara” (período de tempo do ciclo de existência dos planetas em que ocorre atividade que dura, segundo o cômputo dos Brâmanes, 4.320.000.000 de anos), e o “Ciclo de Brahma”, mencionados e descritos no livro “Mensagens do Astral” e em outras obras atribuídas a Ramatis escritas por Hercílio Maes. Uma repetição sistemática daquilo que se estuda na Teosofia.

 

4 – Bibliografia indicada

É comum verificarmos nos rodapés dos livros de Hercílio Maes/Ramatis menções e estímulo à leitura de livros teosóficos, como os de C.W. Leadbeater e Annie Besant. Vemos daí, mais uma vez confirmada, a ligação entre o médium e as ideias teosóficas, reproduzidas em suas obras e atribuídas a um espírito de nome Ramatis.

 

5 – Superioridade Oriental

Também está presente nas obras de Hercílio/Ramatis uma constante alusão à uma pretensa superioridade das doutrinas orientais e de seus adeptos e representantes, tal qual nas obras teosóficas. Ramatis, da mesma maneira, chega a afirmar que o Espiritismo desaparecerá caso não sorva os inesgotáveis ensinamentos dos movimentos orientalistas.

 

6 – A Vida no Planeta Marte

Mais um carro-chefe das obras de Ramatis em que verificamos enorme semelhança com obras teosóficas. Mais uma vez, a suposta dupla Hercílio-Ramatis expõe uma posição teosófica e a apresenta como uma verdade espírita e/ou científica. Hercílio-Ramatis novamente retira das obras do teósofo Leadbeater o conteúdo para seus escritos psicodatilografados, e, o que é pior, apresentando-as como suas e confundindo o meio espírita, principalmente os que não aprofundaram conhecimentos na Codificação. A descrição de Marte feita por Hercílio/Ramatis é idêntica àquela dada anos antes por Leadbeater no livro “Vida em Marte segundo a Teosofia”. Confiramos:

1 – Marte não seria um planeta inóspito; tão pouco seria desabitado. Menor que a Terra, Marte seria mais avançado em termos “astrofísicos” (vemos que até a terminologia utilizada é a mesma);

2 – Seu solo seria fértil e teria exuberante vegetação. A população atual, pouco numerosa, ocuparia as regiões equatoriais, onde a temperatura seria mais elevada e ainda existem reservas de água. O grande sistema de canais que pode ser observado pelos astrônomos da Terra seriam muito antigos, estaria desativado e teria sido construído, por gerações passadas, a fim de aproveitar o degelo anual das camadas de gelo que ocorria na antiguidade marciana. Os canais ativos, segundo Leadbeater e Hercílio-Ramatis, atualmente, não são visíveis para os telescópios terrenos. Eventualmente, um cinturão verde poderia ser visto ao longo da área habitada, na estação em que a água flui pelos dutos. A vida em Marte dependeria dessa estação tal como o Egito dependeu, no passado e ainda hoje, das enchentes do Nilo. Esta parte do planeta possuiria florestas e campos cultivados que somente podem ser debilmente visualizados pelos terráqueos quando a posição de Marte se torna relativamente mais próxima da Terra. Leadbeater afirma, ainda, que em Marte o Sol parece ter a metade do tamanho que tem quando visto da Terra. Apesar disso, na porção habitada do planeta o clima seria agradável com temperaturas diurnas em torno de 70 graus Fahrenheit (33º Centígrados) e noites frias. Nos céus de Marte, quase nunca há nuvens. Também seriam raríssimas as chuvas ou precipitação de neve. As variações climáticas praticamente não existiriam. Tudo isso é repetido quase que ipsis literis na obra de Hercílio Maes;

 

3 – Hercílio-Ramatis simplesmente repetem as “informações” de Leadbeater na obra “A Vida no Planeta Marte e os Discos Voadores”, e afirmam que a aparência dos marcianos não seria muito diferente da nossa a não ser pela estatura. Os mais altos chegariam a 1,65m de altura e teriam a caixa torácica muito desenvolvida. Toda a população marciana seria constituída de uma só raça sem grandes diferenças aparentes exceto, como entre nós, o fato de alguns serem louros e outros morenos. Alguns possuem a pele amarelada e os cabelos negros; a maioria, porém, tem cabelos louros e olhos de tonalidade azul ou violeta. Suas roupas seriam coloridas e brilhantes e ambos os sexos trajam vestimentas semelhantes, túnicas longas feitas de material leve. Geralmente, andam descalços mas, ocasionalmente, usam sandálias metálicas fixadas por tiras na altura dos tornozelos.

 

Tal qual lemos na obra de Leadbeater, Hercílio-Ramatis afirma que os marcianos apreciam as flores que existiriam em grande variedade no planeta; as cidades seriam planejadas nos moldes de um jardim. Suas casas, estruturadas em módulos padronizados, seriam cercadas de canteiros floridos e possuiriam paredes transparentes e coloridas, feitas de material semelhante ao vidro que permitiriam a visão das flores no exterior embora, do lado de fora não se possa ver o que acontece dentro das residências. As portas seriam feitas de metal. Uma única língua seria falada em todo o planeta.

 

Assim como Hercílio-Ramatis afirmam na obra “A Vida no Planeta Marte…”, Leadbeater disse ter obtido suas informações com visitas ao local, feitas “espiritualmente”. Em nosso ponto-de-vista, uma afirmação feita com o fito de passar credibilidade.

 

Conclusão

O prezado leitor tirará suas conclusões, sendo que apresentamos esse tese tendo em vista as enormes e evidentes semelhanças entre as ideias teosóficas, particularmente as contidas nas obras de Leadbeater, e os conceitos e informações contidas nas obras cuja autoria é atribuída ao espírito Ramatis. Cabe notar, também, que boa parte de tais ideias não são repetidas em livros psicografados por outros médiuns de Ramatis, que inclusive já fizeram análises atribuindo tais discrepâncias a uma suposta interferência anímica de Hercílio Maes.

Portanto, ao que parece, não é possível saber, ao certo, a quem pertence a autoria dos livros de Hercílio Maes: se ao médium, que teria passado para o papel, coincientemente ou não, opiniões suas advindas da leitura de obras teosóficas, ou se ao Espírito, que, de qualquer forma, teria feito o mesmo, atribuindo a si toda a autoria. Poderíamos, inclusive, chegar ao ponto de duvidar que realmente exista um espírito chamado Ramatis, já que não há qualquer traço indicativo ou registro histórico que aponte que o mesmo tenha alguma vez passado pela Terra.

Creio estar na hora de não perdermos mais tempo com suposições e teorias que em nada acrescentam ao Espiritismo. Pelo contrário, tais teorias meramente individuais e personalistas, advindas de certos espíritos e médiuns, que contrariam a Codificação Espírita e que não respeitam o princípio da concordância, só promovem a confusão e lançam o Espiritismo ao ridículo, tornando-o alvo fácil das investidas de seus inimigos ocultos e declarados.

Não fosse pelo esforço de alguns verdadeiros apóstolos do Espiritismo no passado a alertar para os perigos de se aceitar tudo que venha do mundo espiritual, com certeza teríamos um Movimento Espírita ainda mais afastado das suas bases e envolto em um emaranhado de distorções e desvios.

Trabalhemos, pois, para que o Espiritismo passe a ser mais bem compreendido, começando de nós mesmos com a tarefa que temos de sermos divulgadores fiéis e responsáveis.

Por Artur Felipe Azevedo

  1. Admilson Quintino Sales Junior
    25, março, 2012 em 16:10 | #1

    Ramatís em nenhum dos seus livros fala da destruição da Terra. E muito menos em 1999. quem colocou isso não entendeu o que ele escreveu. Aliás, ele fala em um novo ciclo evolutivo. Fala em mudanças geoclimáticas, em melhores condições de habitabilidade do planeta. Deveriam ler os livros dele com menos verdades absolutas, próprias ou não. E com a mente aberta. DOGMAS SÃO TÃO ÚTEIS QUANTO AS CERTEZAS, TÃO IMUTÁVEIS QUANTO AS ILUSÕES E TÃO “PUROS” QUANTO A NOSSA IGNORÂNCIA. SOMOS CRIANÇAS EM TERMOS EVOLUTIVOS. MAL COMEÇAMOS A ENGATINHAR. O QUE EM NÓS OU QUE VENHA DE NÓS PODE SER TIDO COMO “IMUTÁVEL” OU “INDISCUTÍVEL”?

  2. Manuel Lima
    7, novembro, 2012 em 03:35 | #2

    Mediunidade, é algo tão comum quanto questionável, entretanto está por demais conhecida para não ser uma verdade!
    Não sendo aínda bem definida e muito menos conhecida a contento, leva os mais incautos a conclusões outras que não as verdadeiras, induzindo o homem a erros que nem no tempo de Moisés, segundo alguns relatos apontados na Biblia!
    Segundo uma companheira querida, a Biblia, embora tendo relatos preciosos, pode estar repleta de mal entendidos pela dificuldade da comunicação de outrora, a qual se realizava apenas e tão somente boca a boca, e segundo ela, hoje com a dinâmica da comunicação tão avançada, algo que ocorre em determinado lugar do planeta, imediatamente divulgado pelos meios de comunicação, alguns minutos após estará sendo divulgado de uma outra forma em um outro lugar do planeta, tal a vontade em torno do individualismo de cada um e da vontade própria que o ser humano revela a todo o instante de expor a sua própria verdade (vontade), como soberana e infalível!
    Em sua explanação, ela discorre que a Biblia pode até ser um livro que exterioriza uma grande fofoca, tal a quantidade de erros pelas mais diversas traduções de uma lingua para outra, e que muitas vezes nem tradução literal teria, como ocorre hoje aínda nos idiomas existentes no planeta Terra!
    Em nosso entender, a mediunidade deve ser estudada por “TODOS”, de forma consciente para que possamos levar adiante o projeto Divino do conhecimento, abrangente e total, para que com o conhecimento solidificado e bem sedimentado possamos aprender de forma capaz a lidar com algo que pode efetivamente nos ajudar de forma segura e total independente de nossa religião, no sentido do progresso intelectual e espiritual, que quer queiramos ou não um dia haveremos de alcançar.
    Esta companheira diz mais: “Ninguém sabe é de NADA”.
    Pois então, abandonemos a ignorância, estudemos com profundidade todos os ramos do conhecimento, filosófico ou religioso, e preparemo-nos para um mundo mais capaz, com menos religiões e mais religiosidade, tal qual Jesus, a bondade de Deus personificada no planeta Terra.
    Que tenhamos a umildade de caminhar de mãos dadas com Jesus, colaborando de forma definitiva para a concretização da implantação da bondade plena, fraterna e amiga no planeta Terra.
    Que a Paz permaneça com todos nós, hoje, agora e sempre em nome de Deus, nosso Pai de extrema bondade e amor.

  3. carlos goulart
    1, outubro, 2013 em 01:27 | #3

    apenas uma coisa digo se jesus nao agradou a todos por que nos menos evoluidos em ambos os sentidos conseguiriamos

  4. carlos goulart
    1, outubro, 2013 em 01:30 | #4

    se o propio emmanuel falou sobre ramatis quer dizer que este tambem se enganou.

  5. Manuel Almeida
    18, outubro, 2013 em 08:16 | #5

    Caríssimos amigos
    Embora sejam salutares as discussões que promovem a verdade, não nos esqueçamos que esta está em constante mudança e que a verdade de hoje deixará de o ser amanhã.
    Sem qualquer pretenção de orientação e relembrando Kardec, não nos esqueçamos de LER, ESTUDAR e tirar as CONCLUSÕES que cada um entenda ser adequadas.
    Mas o mesmo Kardec também referiu que o enimigo está na ignorância, deixando algum destaque para os ateus e niilistas, pois são os potenciais fulcros do egoismo estacionário.
    Para mim, os credos são apenas orientações.
    Para ser Cristão, basta seguir, na prática os ensinamentos do cristo, independentemente do que aceitam como crença mais ou menos fundamentada, à semelhança do Bom Samaritano.

    Um bem haja a todos

  6. Marco Aurélio Oliveira de Farias
    20, outubro, 2013 em 15:50 | #6

    Gostei muito dos comentários, achei que todos foram bastante coerentes.

    Carlos Goulart, você poderia me dizer em qual livro Emmanuel fala sobre o espírito Ramatís?

    Muita, paz, amor e sabedoria para todos.

  7. Daniel Cunha
    30, outubro, 2013 em 17:54 | #7

    Amigo, respondendo a pergunta destinada ao nosso amigo Carlos Goulart, vai ai o que você pediu, com a autenticação necessária de Chico Xavier, acredito também que a Doutrina Espírita é uma filosofia e não uma verdade absoluta, Ramatís tem contribuído e muito para um novo pensar, sem dogmatização nem radicalismos sectários, defendendo as posições universalistas como um meio de vida, assim como a Umbanda é massacrada e tem ajudado silenciosamente a milhares de pessoas. Temos que sermos imparciais e respeitar mutuamente a todas as expressões de crenças, e mais, eu acredito muito em nosso Amigo Ramatís, assim como Allan Kardec, acredito em Jesus, Buda, Krishina. Resposta abaixo de Chico e a Fonte.

    Pergunta: Acha nosso irmão que a Mensagem de Ramatís deva ser divulgada com amplitude?

    Chico Xavier: Diz nosso Orientador que a Mensagem é de elevado teor. E todo trabalho organizado com o respeito, com o carinho e com a dignidade, dentro dos quais essa Mensagem se apresenta, merece a nossa mais ampla consideração, de vez que todos nós, em todos os setores, somos estudiosos, que devemos permutar as nossas experiências e as nossas conclusões para a assimilação do progresso, com mais facilidade em favor de nós mesmos.

    http://www.fraternidaderamatis.org/novo/sobre-ramatis/64-emmanuelramatis.html

  8. valter LRC
    29, novembro, 2013 em 12:56 | #8

    Ramatis nunca se disse espirita e sim universalista, então não vejo porque suas idéias terem de estar todas de acordo com o Espiritismo, se nem mesmo aqueles que se dizem espiritas estão sempre de acordo em suas analises pois muitas questões são interpretativas.

    Não temos a ridícula pretensão de sermos o único a dispensar a luz
    Allan Kardec
    Livro dos médiuns
    cap-lll /itém-xxxv

  9. Ronaldo Domingues
    12, dezembro, 2013 em 20:46 | #9

    Esse negócio de vida em Marte é uma balela. Os americanos já estiveram lá várias vezes, já fotografaram todo o planeta, e não tem vida nenhuma. É só terra. Não me venham dizer que a vida lá é diferente, ou seja, é em outra dimensão, pois isso não nos interessa. Vida em outra dimensão, ou vida espiritual, tem até na Lua. Portanto esse livro Vida em Marte, de autoria atribuída ao espírito Ramatís é uma farsa. Mas eu não li que há vida em Marte só nesse livro, não. Já li em outros livros espíritas, ou seja, psicografados, inclusive, se não me falha a memória, Humberto de Campos, num livro psicografado por Chico Xavier, também diz que há vida em Marte. Eu já li quase todos os livros psicografados pelo Hercílio e devo dizer que, com exceção de Vida em Marte, os demais são aproveitáveis, sim, ou seja, eu acredito em 90% que li nessas obras. Tem muita informação interessante, embora confesse que quando eu os li, eu era um jovem de 25 anos. É possível que, depois de mais de trinta anos, minha avaliação seja diferente. Obrigado a todos!

  10. Valéria Moraes
    21, abril, 2014 em 23:36 | #10

    Qual é a real intenção desta balela toda? Defender um e ridicularizar o outro?
    Sem mais comentários.

  11. Sabrina Silva
    29, maio, 2014 em 16:24 | #11

    Caro irmão Artur,

    Seu texto me traz uma lembrança fortíssima de pastores evangélicos defendendo a Bíblia como unica fonte de conhecimento espiritual.

    Devemos, nós espíritas, tomar o devido cuidado com o esforço desmedido em desacreditar a palavra de irmãos que apenas procuram trazer evolução a partir de um ponto de vista diferente do nosso.

    Assim como cristãos apedrejaram um dia (e ainda o fazem) o espiritismo, hoje vemos kardecistas apedrejarem a umbanda e outras filosofias, como se fossem detentores da verdade e do “espirito verdade”.

    “Tal qual nos DEIXOU Allan Kardec” chega a ser contraditório uma vez que o espiritismo, seja ele através do kardecismo, da umbanda, candomblé e outros (não, “espiritismo” não é um termo exclusivo do kardecismo, petulância de nossa parte pensar assim) nos traz justamente a necessidade dos estudos, da evolução, abertura da nossa mente e dos nossos corações para o novo, a fim de progredir. Chega a ser absurdo que “os detentores da verdade” queiram engessar o espiritismo, negando outros caminhos de se chegar ao Pai Maior.

    Fico muito triste em ver irmãos que se dizem amigos do progresso dedicando seu tempo em desacreditar outros irmãos ao invés de somar esforços.

    Que a paz do Mestre Jesus esteja conosco!

    Abraços

  12. Sabrina Silva
    29, maio, 2014 em 16:30 | #12

    Gostaria apenas de acrescentar algo, para citar o próprio Kardec:

    ‘Assim é, com relação ao que nos diz respeito. Aqueles que desejam tudo conhecer de uma ciência devem, necessariamente, ler tudo o que estiver escrito sobre a matéria, ou, pelo menos, as coisas principais e não se limitar a um único autor; devem mesmo ler o pró e o contra, as críticas, assim como as apologias; iniciar-se nos diferentes sistemas, a fim de poder julgar pela comparação. Sob este aspecto, não preconizamos, nem criticamos obra alguma, não querendo, de nenhum modo, influenciar a opinião que delas se possa formar; ao trazer nossa pedra para a construção do edifício, entramos na concorrência: não nos cabe ser juiz em causa própria, nem temos a ridícula pretensão de ser o único dispensador da luz; cabe ao leitor separar o bom do mau, o verdadeiro do falso.”

    O Livro do Médiuns – Capitulo III

    @Sabrina Silva

  13. 18, junho, 2014 em 06:59 | #13

    A mistura com a Teosofia se de ao fato de Ramatis e o mestre Kutumi(2°raio) que é o orientador da Teosofia serem a mesma fonte de consciência

  14. Carlos Filho
    8, julho, 2014 em 10:18 | #14

    Não há Religião superior a Verdade! Tenhamos cuidado, aquilo que nos parece um absurdo hoje pode ser nossas “verdades” no futuro.

  15. Lucas
    14, julho, 2014 em 09:35 | #15

    Prezados, por gentileza, se desejam realizar uma (salutar) discussão acerca do trabalho de um espírito como Ramatis, que busca em sua obra esclarecer e trazer à humanidade conhecimento adicional ao que já se tem, comecem retirando o slogan de vocês (que com todo respeito, é deveras ingênuo) que diz: “Doutrina Espirita tal qual nos deixou Allan Kardec”. Muito embora saibamos da importância do codificador, está claro que a humanidade eventualmente careceria de maiores informações acerca do mundo, da espiritualidade e de seus fenômenos, tema parcamente discutido na codificação que realmente não deveria se ater a detalhes no tempo de sua confeccão. Temos hoje diversos autores que nos trazem essas informações novas e devemos ter a mente aberta e a capacidade de discernir o que seria ou não aceitável conforme nosso bom senso. Lamento criticá-los, mas Chico Xavier mesmo, via Emmanuel, apoiou o trabalho de Ramatis. E não somente por isso, mas por realmente reconhecer nele um iluminado espírito instrutor, eu também admiro seu trabalho.

  16. Lucas
    14, julho, 2014 em 09:41 | #16

    Foi muito bom você ter trazido esse trecho, Sabrina. A partir dele a conclusão da discussão é clara: devemos ler TUDO o que estiver a nosso alcance. As conclusões sobre aceitar como verdade o que foi lido, ou não, caberão a cada um de nós. @Sabrina Silva

  17. CESAR
    4, agosto, 2014 em 09:40 | #17

    Perguntas:
    1) Ramatis existiu MESMO??
    2) Kardec afirma que mais quanto mais afastado do sol, os planetas são menos desenvolvidos; já Ramatis afirma que Marte é mais evoluídoq ue a terra. Quem acerta e quem erra??
    3) O principal médium de Ramatis, Ercílii Maes coloca muito de suas posições em suas obras, portanto qual a veracidade das mesmas??
    4) Por qual razão Ramatis é tão radical quanto ao usos de preservativos sexuais, aproximando-se muito de setores conservadores da ICAR, sabendo que a raça humana faz uso de sua inteligencia neste quesito, o que difencia-nos dos animais??

  18. jorge luis brandi
    12, agosto, 2014 em 10:58 | #18

    muinto interessante sobre o espirito de Ramatis ele super evoluido espiritualmete e superior de uma galaxia distante ok

  19. Tula De Vito Franco
    22, agosto, 2014 em 22:18 | #19

    Caro Artur Felipe. Acho que a maioria das pessoas que comentaram não entenderam o propósitos de seus artigos. Nós, Espíritas, devemos buscar o estudo, o entendimento do que é ou não Doutrina Espírita. Infelizmente, a grande maioria de adeptos, não se esforçam em conhecer as obras da Codificação. Aceitam tudo sem analisar, acham que tudo é valido. Ramatis, se é que ele existe, é um Espírito extremamente vaidoso, monopolizador, sistemático. Suas teorias nunca foram comprovadas, aliás muitas delas nem têm sentido de existir… Precisamos conhecer o que anda acontecendo no movimento espírita para que possamos exercitar a nossa razão e bom senso! Abraços.

  20. Julio
    3, outubro, 2014 em 22:07 | #20

    Considerando a obra sobre a vida em Marte ficcional, ainda assim podemos fazer um paralelo com a nossa vida na Terra. Acho que o valor maior consiste em enxergarmos nosso comportamento neste orbe de maneira crítica, visando melhorias íntimas, sem exigências no que diz respeito ao comportamento dos outros. Cada um deve buscar melhorias internas, com esforço digno. E o tal livro não deixa de ser um modelo, um estímulo. Pouco importa que não seja real.

  21. Marius Roberto
    31, outubro, 2014 em 04:12 | #21

    @Admilson Quintino Sales Junior
    No texto do Artur está claro que não haverá destruição de toda a Terra, mas cataclismos que fariam sucumbir 2/3 da população mundial. Isto em 1999. Aconteceu? Falsa profecia. Por que não querer ver os erros de Ramatís? Ele e seu médium queriam misturar Espiritismo com Teosofia e Esoterismo. Cada coisa em seu lugar. Mistura é confusão. Que se faça Centros e Fraternidades com o nome ESPIRITUALISTA OU ECLÉTICO RAMATIS, para não dizer, erradamente, Espiritismo Cristão, q

  22. Marius Roberto
    31, outubro, 2014 em 04:18 | #22

    que nem sequer Ramatís ou Hercílio Maes eram espiritistas. Mas, queriam que suas idéias nos livros estivessem no movimento espírita. Isto é o que Artur Felipe alerta e com muita razão e fundamento. Agora, não querem aceitar isso. Fazer o que, não é mesmo? Fica a sugestão de usarem os termos – Espiritualista ou Eclética para as Fraternidades Ramatís. Os seguidores seriam realmente, ESPIRITUALISTAS ECLÉTICOS. Abraço. Paz de Jesus.

  23. Marius Roberto
    31, outubro, 2014 em 04:39 | #23

    Sabrina Silva :

    ““Tal qual nos DEIXOU Allan Kardec” chega a ser contraditório uma vez que o espiritismo, seja ele através do kardecismo, da umbanda, candomblé e outros (não, “espiritismo” não é um termo exclusivo do kardecismo, petulância de nossa parte pensar assim) nos traz justamente a necessidade dos estudos, da evolução, abertura da nossa mente e dos nossos corações para o novo, a fim de progredir. Chega a ser absurdo que “os detentores da verdade” queiram engessar o espiritismo, negando outros caminhos de se chegar ao Pai Maior.
    Fico muito triste em ver irmãos que se dizem amigos do progresso dedicando seu tempo em desacreditar outros irmãos ao invés de somar esforços.”.
    Parece interessante esse argumento da Sabrina. porém é indutivo a aceitar essa mistura promovida pelo Hercílio/Ramatís , mas precisa entender que na introdução ao Livro dos Espíritos Kardec deixa claro que há o Espiritualismo, que é muito vasto e há o ESPIRITISMO, que é um ramo e que é sinônimo de DOUTRINA ESPÍRITA sistematizada por Kardec. Não haverá atualização dessa doutrina espírita senão pela metodologia de Kardec e não pela mistura com outros ramos espiritualistas orientais, esotéricos ou outros. Melhor é discernir do que confundir. Leia-se o livro “Espiritismo e as doutrinas espiritualistas” de Deolindo Amorim para melhor entender essa questão.

  24. Cledson Campos
    15, novembro, 2014 em 14:13 | #24

    Acredito que antes de qualquer manifestação, devemos estudar, estudar e muito, tudo sobre tudo.

  25. Pedrina Menezes
    26, dezembro, 2014 em 18:24 | #25

    Olá,
    Sou espírita há quase 30 anos, e como gosto de ler procuro ler diferente livros para compara-los. Porém, o de Ramatís que mais me chamou a atenção foi o Sublime Peregrino, onde ele diz que Maria criou os filhos de José (todos nós sabemos) e teve outros filhos, inclusive duas filhas. Aí eu pergunto??? e todos abandonaram Maria ??? porque em tudo que já estudei e li, João foi quem cuidou de Maria até o fim da vida dela, constando isso tb no livro “Médico de Homens e Almas” sobre a vida de Luca.

  26. José Lopes
    20, janeiro, 2015 em 09:34 | #26

    Conheci Hercilio Maes pessoalmente. Fui presenteado com dois livros (autografados) de sua psicografia:
    Mensagen do Astral e A Vida no Planeta Marte. o segundo emprestei para um amigo e não mais me devolveu.
    Gostaria de saber se os senhores possuem esse livro e se eu poderia comprar um exemplar!
    Desde já agradeço vossa atenção.
    Um abraço!
    José Lopes

  27. Carlos Freitas de Andrade neto
    24, janeiro, 2015 em 11:59 | #27

    Boa tarde

    Estive lendo tudo e vocês não comentaram do livro psicografado de Chico Xavier de sua amada mãe CARTAS DE UMA MORTA, sem falar nas duas mensagens de Humberto de Campos, através também do nosso querido Chico. Falam e dão detalhes sobre a Vida No Planeta Marte e ninguém questiona. Por que só caem críticas sobre o pobre de Ramatis?
    E Divaldo franco que o elogia e diz que o já viu? Vejam o depoimento do Divaldo (ouçam).

    Difícil né gente?
    carlos Andrade

  28. Carlos Freitas de Andrade neto
    24, janeiro, 2015 em 12:01 | #28

    Esqueci do link para vocês ouvirem o relato de Divaldo Franco, Pasmem

    https://www.youtube.com/watch?v=0QTiE5Fs238

  29. Carlos Freitas de Andrade Neto
    24, janeiro, 2015 em 13:03 | #29

    Vamos lá:

    Citações de vida no Planeta Marte

    Livro dos Espíritos, Alan Kardec- FEB questão 188 (nota)
    Cartas de Uma Morta – 1935 por Humberto de Campos/ Chico Xavier – Ed Lake
    Crônicas de Além Túmulo -1937 por Humberto de Campos/Chico Xavier
    Novas Mensagens – 1939- FEB Humberto de campos/Chico Xavier

    E coitado do Hercílio, foi só um livro

  30. Marcos
  31. 22, setembro, 2015 em 15:18 | #31

    D I V I N A C O N V O C A Ç Ã O
    (MC.12.10) AINDA NAO LESTES ESTA ESCRITURA:(SL.108.7) DISSE DEUS NA SUA SANTIDADE: (ÊX.4.22) ISRAEL É MEU FILHO, MEU PRIMOGÊNITO; (IS.49.3) POR QUEM HEI DE SER GLORIFICADO: (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL:
    Todo Cristão desperto deve ingressar no ciclo da Nova Ordem Mundial, que chega com a criação do Reino de Deus na terra:
    (MT.25.34) VINDE, BENDITOS DE MEU PAI! ENTRAI NA POSSE DO REINO QUE VOS ESTÁ PREPARADO DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO: (JB.6.27) TRABALHAI, NÃO PELA COMIDA QUE PERECE, MAS PELA QUE SUBSISTE PARA A VIDA ETERNA, A QUAL O FILHO DO HOMEM VOS DARÁ; PORQUE DEUS, O PAI, O CONFIRMOU COM O SEU AMOR: (IS.42.21) FOI DO AGRADO DO SENHOR, POR AMOR DA SUA PRÓPRIA JUSTIÇA, ENGRANDECER A LEI E FAZE-LA GLORIOSA; (LC.12.32) PORQUE O VOSSO PAI SE AGRADOU EM DAR-VOS O SEU REINO; (1CO.15.45) POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO: (JB.14.17) O ESPIRITO DA VERDADE, QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NAO NO VÊ, NEM O CONHECE; VÓS O CONHECEIS, PORQUE ELE HABITA CONVOSVO E ESTARÁ EM VÓS; (PV.1.4) PARA DAR AOS SIMPLES PRUDÊNCIA, E AOS JOVENS CONHECIMENTO E BOM SISO; (1PE.4.17) PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUIZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA:
    (RM.13.11) E DIGO ISTO A Vós OUTROS QUE CONHECEIS O TEMPO, QUE JÁ É HORA DE VOS DESPERTARDES DO SONO; (2PE.3.4) PORQUE, DESDE QUE OS PAIS DORMIRAM, TODAS AS COUSAS PERMANECIAM COMO DESDE O PRINCIPIO DA CRIAÇÃO: (HB.5.11) A ESSE RESPEITO TEMOS MUITAS COUSAS QUE DIZER E DIFICIL DE EXPLICAR; PORQUANTO VÓS TENDES TORNADO TARDIOS EM OUVIR: (LC.16.9) E EU VOS RECOMENDO: Estudai e praticai os fundamentos cristãos, que temos divulgado através da internet, em particular no blog de Arnaldo Ribeiro ou Israel e no Site: arnaldoouisrael: (TB.5.21) FAZEI BOA JORNADA, E DEUS SEJA CONVOSCO NO VOSSO CAMINHO, E O SEU ANJO VÁ EM VOSSA COMPANHIA:

    A M I G O (A) :

    NUNCA ESTARÁS A SÓS…

    Ante a névoa das lágrimas, quando a incompreensão de outrem te agite os sentimentos, lembra-te de alguém que sempre te oferece entendimento e conforto.
    Ante a deserção de pessoas queridas, quando mais necessitavas de presença e segurança, pensa nesse benfeitor oculto que jamais te abandona.
    Ante as ameaças do desânimo, nos obstáculos para a concretização de tuas esperanças mais belas, considera o amparo desse amigo certo que, em tempo algum, te recusa bom-ânimo.
    Ante a queda iminente na irritação, capaz de induzir-te à delinqüência, refugia-te no clima desse doador de serenidade que te guarda o coração nas bênçãos da paz.
    Ante as sugestões do desequilíbrio emotivo, suscetíveis de te impulsionarem a esquecer encargos que assumiste, reflete no mentor abnegado que jamais te nega defesa, para que usufruas a tranqüilidade de consciência.
    Ante prejuízos, muitas vezes causados por amigos aos quais empenhaste generosidade e confiança, medita nesse protetor magnânimo que nunca te desampara e que promove, em teu favor, sempre que necessário, os recursos precisos á recuperação de que careças.
    Ante acusações daqueles que se te fazem adversários gratuitos, amargurando-te os dias, eleva-te em pensamento ao instrutor infatigável que sempre te convida à tolerância e ao perdão.
    Ante as crises da existência que te sugiram revolta e desespero, recorda o mestre da paciência que te resguarda constantemente na certeza de que não há problema sem solução para quem trabalha e serve para o bem sem perder a esperança.
    Ante os desgostos e contratempos que te sejam impostos pelos entes amados, não te emaranhes no cipoal das afeições possessivas, refletindo no companheiro que te ama desinteressadamente muito antes que te decidisses a conhecê-lo.
    E quando perguntares quem será esse alguém que nunca te desampara e que te garante a vida, em nome de Deus, deixa que os teus ouvidos se recolham aos recessos da própria alma e escutarás o coração a dizer-te na intimidade da consciência que esse alguém é Jesus.
    Emmanuel
    (Do Livro “Algo Mais”, Francisco Cândido Xavier)

    Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/mensagens-de-animo/nunca-estaras-a-sos/#ixzz3je8kVbk9

    A LUZ DA VIDA

    Um dia quando achar que não há mais a luz do dia, lembre-se que haverá o cair da noite com as estrelas a brilhar dando a todos a celestial energia de Deus a acalentar todos os corações entristecidos e assim acontecerá a renovação do espírito para continuar a prosseguir.
    São muitas as vezes que a luz falta para todos que estão na escuridão dos pensamentos negativos e do pessimismo diante da vida, mas a Luz se faz presente sempre que há disposição para contemplar o quanto a vida ensina e o quanto a vida pode ser transformada, desde de que as portas do coração estejam abertas para receber esta oportunidade.
    Não pense que Deus esqueceu de aquecer sua vida, só porque neste momento não pode ver a luz aquecida do sol, procure resgatar a força, a perseverança e verá que tudo se modifica no momento exato em que houver a coragem para continuar e não esmorecer.
    Diante de toda escuridão que se fizer presente na vida, dê uma chance para que as estrelas de Deus possam iluminar todos os caminhos e desta forma a luz voltará a aquecer e a acariciar a vida.
    http://www.gotasdepaz.com.br/

    Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/mensagens-de-animo/a-luz-da-vida!/#ixzz3l4AigPIi

  32. 1, outubro, 2015 em 14:11 | #32

    ENCARNAÇÃO DO ESPÍRITO DA VERDADE

    (GL.1.9) ASSIM JÁ DISSEMOS, E AGORA REPITO: (AP.22.18) EU, A TODO AQUELE QUE OUVE AS PALAVRAS DA PROFECIA DETE LIVRO, TESTIFICO: (JB.14.17) O ESPÍRITO DA VERDADE QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NÃO NO VÊ NEM O CONHECE, VÓS O CONHECEIS; PORQUE ELE HABITA CONVOSCO E ESTARÁ EM VÓS, (SL.33.19) PARA LIVRAR-LHES A ALMA DA MORTE, E NO TEMPO DA FOME CONSERVAR-LHES A VIDA: (MC.15.28) E CUMPRIU-SE A ESCRITURA QUE DIZ: (MT.1.23) EIS QUE A VIRGEM CONCEBERÁ E DARÁ A LUZ UM FILHO, E ELE SERÁ CHAMADO PELO NOME DE EMANUEL (QUE QUER DIZER: DEUS CONOSCO:
    ATÉ QUE ENFIM…
    AGORA, OS IDOLATRAS JÁ NAO PODERAO CONTINUAR AFASTANDO A ALMA HUMANA DO ESPÍRITO DE DEUS IMPUNIMENTE; PORQUE JÁ SÃO PECADORES CONSCIENTES: JÁ NAO PODERÃO CONTINUAR PERPETUANDO A IGNORÂNCIA NA TERRA, CAUSANDO O SOFRIMENTO DO MEU POVO, E A DESTRUIÇÃO DO NOSSO PLANETA; PORQUE A MENTIRA JÁ NÃO PODE PREVALECER CONTRA A VERDADE ETERNA DOS MEUS TESTEMUNHOS ESPIRITUAIS, ASSIM SINTETIZADA:

    Paz à todos!

    Este tópico tem a finalidade de reunir algumas referências a respeito da encarnação do Espírito da Verdade para o período atual de transição planetária. Não serão mostradas as mensagens na íntegra, mas serão mencionadas as obras das quais os trechos foram extraídos, para quem quiser conferir posteriormente. Muitos estudiosos espíritas, para não dizer todos, fazem uma vista grossa para este magno acontecimento. Sendo assim, fazendo menção à parábola evangélica As Dez Virgens, perguntamos: estamos nos assemelhando às virgens loucas ou às virgens prudentes, quando o Noivo divino já está chegando? O real preparo está sendo realizado para receber Ensinamentos de ordem mais elevada, pelo novo Enviado de Deus à face da Terra? Quando uma nova luz iluminar o entendimento humano a respeito da Verdade Eterna através do Espírito da Verdade encarnado, estaremos preparados para recebê-la, ainda mais se estiver fora das nossas expectativas? Receberemos o Enviado mesmo se ele não estiver vinculado diretamente e atuante no Espiritismo? É, no mínimo, para refletir sobre o assunto.

    1 – “Vimos preparar os caminhos para que as profecias se cumpram. Quando o Senhor vos der uma manifestação mais retumbante da sua clemência, que o enviado celeste já vos encontre formando uma grande família; que os vossos corações, mansos e humildes, sejam dignos de ouvir a palavra divina que Ele vos vem trazer; que ao eleito somente se deparem em seu caminho as palmas que aí tenhais deposto, volvendo ao bem, à caridade, à fraternidade.” (O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap. VII, Instruções do Espíritos, mensagem O Orgulho e a Humildade, 12º parágrafo, pelo espírito Lacordaire)

    2. – “(…) mas há outros [seres] cuja missão é agir sobre a Humanidade inteira, que não aparecem senão nas épocas mais raras, que marcam a era das transformações gerais.
    Jesus-Cristo foi um destes enviados excepcionais; do mesmo modo tereis, para os tempos chegados, um Espírito superior que dirigirá o movimento de conjunto e dará uma coesão poderosa às forças esparsas do Espiritismo. (…) Limito-me a dizer-vos: Esperai e orai., porque o tempo é chegado e o novo Messias não vos faltará: Deus saberá designá-lo a seu tempo. E, aliás, é por suas obras que ele se afirmará.” (Revista Espírita, ano 1868, mês Fevereiro, Instruções do Espíritos, 3ª mensagem, Os Messias do Espiritismo, pelo espírito Baluze)

    3 – “(…) Não fiqueis, pois, admirados de todas as comunicações que vos anunciam a vinda de um Espírito poderoso sob o nome do Cristo; (…) Se o Messias de que falam essas comunicações não é a personalidade de Jesus, é o mesmo pensamento. É aquele que Jesus anunciou, quando disse: ‘Eu vos enviarei oEspírito de Verdade, que deve restabelecer todas as coisas’, isto é, reconduzir os homens à sã interpretação de seus ensinamentos, porque ele previa que os homens se desviariam do caminho que lhes havia traçado. (…) Quando todas as bases estiverem postas, então virá o Messias, que deve coroar o edifício e presidir à reorganização, auxiliado pelos elementos que tiverem sido preparados” (Revista Espírita, ano 1868, mês Fevereiro, Instruções do Espíritos, 4ª mensagem, Os Messias do Espiritismo, pelo espírito Lacordaire)

    4 – “(…) Esse glorioso futuro que vos anunciamos será realizado pela vinda de um Espírito superior, que resumirá, na essência de sua perfeição, todas as doutrinas antigas e novas, e que, pela autoridade de sua palavra, ligará os homens às crenças novas. (…) Perguntais se esse novo Messias é a pessoa mesma de Jesus de Nazaré? Que vos importa, se é o mesmo pensamento que os anima a ambos? (…) Espíritas! Compreendei a gravidade de vossas missão; estremecei de alegria, porque não está longe a hora em que o divino enviado alegrará o mundo. (…) A ignorância e a perturbação ainda vos ocultam uma parte da verdade que só o celeste Mensageiro vos pode revelar inteiramente.” (Revista Espírita, ano 1868, mês Fevereiro, Instruções do Espíritos, 6ª mensagem, Os Espíritos Marcados, pelo espírito São Luís)

    5 – “(…) Sim, meus filhos, o povo se comprimirá sobre os passos do novo mensageiro anunciado pelo próprio Cristo, e todos virão escutar essa divina palavra, porque nela reconhecerão a linguagem da verdade e o caminho da salvação.” (Revista Espírita, ano 1868, mês Fevereiro, Instruções do Espíritos, 7ª mensagem, Os Espíritos Marcados, pelo espírito Lamennais)

    6 – “(…) Novas raças saídas das altas esferas vêm rodopiar em torno de vós, esperando a hora de sua encarnação messiânica (…). Estamos e ficaremos convosco, sob a égide do Espírito de Verdade, meu e vosso mestre.” (Revista Espírita, ano 1868, mês Fevereiro, Instruções do Espíritos, 8ª mensagem, Futuro do Espiritismo, pelo espírito Erasto)

    7 – “(…) as virtudes dos céus já se abalam e as estrelas caem de sua abóbada, mas transformadas em Espíritos puros, que vêm, como anuncia a Escritura em linguagem figurada, proclamar sobre as ruínas do velho mundo, o advento do Filho do Homem.” (Revista Espírita, ano 1868, mês Fevereiro, Instruções do Espíritos, 10ª mensagem, As Estrelas Cairão do Céu, pelo espírito Dupuch)

    8. – “Povos, escutai!… Uma voz se faz ouvir de um extremo ao outro do mundo: é a do precursor anunciando a vinda do Espírito de Verdade, que vem endireitar os caminhos tortuosos por onde o espírito humano se desgarrava em falsos sofismas. (…) O Espiritismo é essa voz poderosa que já repercute até os confins da Terra; todos a ouvirão.” (Revista Espírita, ano 1868, mês Fevereiro, Instruções do Espíritos, 11ª mensagem, Os Mortos Sairão de Seus Túmulos, pelo espírito João Evangelista)

    9 – “(…) A vinda do Messias, como fato geral, está anunciada, porque era útil que dela se estivesse prevenido; é uma garantia do futuro e um motivo de tranquilidade, mas as individualidades não devem revelar-se senão por seus atos. (…)” (Revista Espírita, ano 1868, mês Março, Comentários Sobre os Messias do Espiritismo, 4º tópico, 8º parágrafo, por Allan Kardec)

    10 – “(…) Moisés é o tempo passado; o Cristo, o tempo presente; o Messias a vir, que é o amanhã, ainda não apareceu… Moisés tinha que combater a idolatria; o Cristo, os fariseus; o Messias a vir terá também os seus adversários: a incredulidade, o cepticismo, o materialismo, o ateísmo e todos os vícios que acabrunham o gênero humano… (…) Mas esse Messias que deve vir é o próprio Cristo? questão difícil de compreender no tempo presente, e que amanhã será esclarecida. (…) É o Espiritismo que deve remover as grandes pedras que poderiam dificultar a passagem daquele que deve vir. Esse homem será poderoso e forte, e numerosos Espíritos estão na Terra para aplanar o caminho e fazer cumprir o que foi predito. (…) Esse novo Messias será chamado o Cristo? É uma pergunta que não posso responder; esperai o amanhã. (…) trabalhai sobre vós mesmos para vos regenerardes, a fim de que o Mestre vos encontre preparados.” (Revista Espírita, ano 1868, mês Maio, Dissertação dos Espíritos, mensagem Ontem, Hoje e Amanhã, pelo Espírito da Fé)

    11. – – “(…) Todos somos chamados ao grande labor e o nosso mais sublime dever é responder aos apelos do Escolhido. (A Caminho da Luz, cap. XXV, O Evangelho e o Futuro, 24ª parágrafo, pelo espírito Emmanuel)
    Setembro/2015

    Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/artigos-espiritas/encarnacao-do-espirito-da-verdade/#ixzz3mTdR8eBO

  33. Roberto Takayanagi
    14, outubro, 2015 em 12:43 | #33

    Sou espírita, budista, teósofo, rosacruz e acima de tudo, sou livre pensador. Percebo nas palavras do autor um profundo preconceito contra Ramatis e a Teosofia. Imagino o que diria contra Ashtar Sheran, Shtareer, e, mesmo contra o amado Chico Xavier, que falou abertamente da vida em outros orbes, como por exemplo Saturno (Cartas de Uma Morta, por sua mãe). Eu lhe pergunto: será que a palavre de Allan Kardec é a verdade última e absoluta ? O que não está codificado em sua doutrina é mentira ? Não devemos mais pesquisar, é só praticar a caridade, que estaremos “salvos”? Não quero dizer com isso, que tudo que disse Ramatis seja a expressão pura da verdade, também tenho as minhas críticas em relação às suas posições. Mas sua posição, e também da Federação Espírita Brasileira em relação a Ramatis indica quão engessadas estão suas mentes em relação ao novo, ao diferente !

  34. Mauricio Dantur
    26, outubro, 2015 em 11:44 | #34

    Caro Arthur, o meu bom dia para você. Acho que você está equivocado em algumas alegações feitas nessa página que abri sem querer e que me chamou a atenção. Eu só te pergunto o seguinte: e o livro o Sublime Peregrino? Seria animismo ou mistificado pelo Hercílio Maes que não está mais entre nós para defender-se. Será que toda a história trazida por Ramatis sobre a vida de Jesus, também é falsa? Como estudioso da vida do Mestre e escrevo ainda um livro sobre ELE e também conhecedor de todo o legado do Espírito Ramatis, como poderia ser tudo fruto da imaginação do Hercílio. Por outro lado obras como de C W Leadbeater, Aniie Bessant e Helena Blavastki e tantos outros nos merecem os nossos mais criteriosos cumprimentos por tratarem-se de pessoas que na época eram e sempre foram fidedignas não a sua imaginação mas sim ao recebimento de mensagens canalisadas dos Mestre Ascensionados, ou você também acha que tudo isso é invenção. Se Jesus com toda a Sua evolução espiritual esteve aqui no Mundo físico e antes de aportar escolheu ainda outros grandes seres sublimes, porque então esses diversos espíritos siderais estariam em nosso meio ou quem sabe mesmo assim enviando informações do Etério para o físico. Temos a nossa real simpatia a todos aqueles que confiabilizam as ideias de kardec, Emmanuel e André Luis, assim como Irmão X e Bezerra de Menezes. Aceitemos pois os ingredientes doutrinários que perfazem a soma total dessa Doutrina Ramaticiana e a Espírita ao qual eu abraço. Estudo o movimento ramaticiano e o Doutrinário Espírita há anos. Um grande abraço. Se quiseres escrever no meu e-mail seja sempre bem vindo e a todos dessa página.

  35. Andre Muto
    22, fevereiro, 2016 em 18:47 | #35

    É impressionante a raiva que certos “espíritas” tem de Ramatís. Pq de tanto ódio? Em relação ao vegetarianismo o próprio Emanuel condena o consumo de carne, mas é claro que mts “espíritas” fecham os olhos em relação a este ensinamento, pq só veem e seguem o que lhes interessam.

  36. Agnaldo
    25, fevereiro, 2016 em 11:50 | #36

    É por causa de todo esse Mi Mi Mi, que eu me desliguei desses centros “catoliespíritas” cheios de ortodoxia (aos moldes do catolicismo medieval) e fui buscar o Zen… ali é você com você mesmo, olhando para dentro si… para quem tem olhos de ver, Jesus foi um mestre Zen da Galileia…enfim…
    O problema todo, é que o mestre Ramatís dá um tapa na cara de todo mundo, expondo verdades que a própria doutrina dita espírita custa a aceitar, colocando o dedo na ferida e apontando vícios de toda ordem dentro da própria doutrina… é o Égo sendo ferido…
    Ramatís já chegou com os dois pés no peito da galera espírita, logo no seu livro de estreia expondo: A vida no planeta Marte e seus Discos Voadores… Gente!, isso afetou demais o ego da comunidade espírita de 1.955… eles não estavam, como hoje ainda não estão preparador para lidar com questão relacionadas a seres de outros mundos e discos voadores.
    A doutrina espírita está viciada ou mesmo apegada em contatos no astral, com espíritos inferiores a nível umbralino de tantos trabalhos (muito louvável sim) de desobsessão que se realiza, vez ou outra se apresenta um espírito de luz dando orientação. A presença de espíritos Ascensionados são raros e os do Comando do Projeto Terra (seres extraterrestres) então…nunca nem ouviram falar… lembrando que estas duas ultimas classes, são os que tem acesso a naves (discos voadores) para realizar as viagens pelo cosmos infinito…
    E é ridículo o idiota do ser humano materialista, querer chegar a Marte em uma carroça de metal carregando seus corpos de carne, sendo que isso é infinitamente mais fácil ser feito pelo astral, que é a verdadeira vida sem os limites do corpo de carne para o espírito. Enquanto o ser humano não abrir os seu olhos para a realidade do espírito imortal, este será um filme de comédia que o homem estará atuando.
    O espírita muitas vezes se esquece, que um ser extraterrestre possuiu um espírito também, e pode muito bem dar uma comunicação como se fosse um espírito qualquer, pena que os espíritas afastam essa possibilidade por ignorância e medo, boa parte influenciada pela visão negativa hollywoodiana de ET’s de formas não humanoides e maus, tentando te abduzir para criar um ser híbrido ou roubar material genético… kkk, quanta babaquice.
    Para quem não sabe, os extraterrestres do Comando do Projeto Terra são donos desses corpos que utilizamos como vestimenta para o espírito. As abduções que ocorreram em um determinado período de décadas passadas foi apenas uma manutenção de rotina e um preparo para o desenvolvimento dos novos corpos que a humanidade ira usar após a grande transição planetária que se avizinha…
    Então Ramatís é um espírito polêmico, por esses assuntos e muitos outros, ele lança LUZ em quem está caminhando em trevas (que somos todos), com isso, num primeiro momento a luz nos cega, até que consigamos nos acostumar com ela. Pena é que muitos preferem continuar na escuridão do preconceito e da ignorância.

    Namastê, fiquem em Paz.

    Guina.

  37. Claudio Iguma
    5, abril, 2016 em 22:10 | #37

    Só pelo título “Kardec x (versus) Ramatis” já podemos perceber a ignorância ou a má intenção…Não deve existir este tipo de “disputa” naqueles que se dizem compreendedores das mensagem espirituais, pelo menos aquelas que pregam o AMOR do CRISTO…

  38. Ray Magno
    12, abril, 2016 em 10:00 | #38

    Meu amigo “investigativo”.

    É tudo muito simples. Saia de sua cadeira, deixe seus escritos à mesa e corra atrás dos inúmeros médiuns que já viram a figura de Ramatis, e dele receberam comunicações SEM ANTES TÊ-LO LIDO OU OUVIDO FALAR. Há muitos não famosos.

    Isso pouparia este imenso acervo de fantasmas criados por sua mente.

    Os espíritas cardecistas são avessos a tudo o que se apresente fora da rigidez de seus dogmas. Sim, dogmas. Eles que tanto criticam as religiões, criaram exatamente o “dogma cardecista”. São tão rigorosos que se Kardec não disse algo esse algo não existe.

    Tenham paciência esta casta de espíritas puristas e usem este mesmo critério para ainda andarem de carroças ao invés de usar a tecnologia moderna.

    Ramatis ensina e orienta seus médiuns a também se auto-instruírem, ao contrário dos ortodoxos bonzinhos. Assim, eles transmitem ensinamentos do Mestre e aprendem de outras correntes MAIS INVESTIGATIVAS, cumprindo seus papéis na Terra.

    Se os médiuns de Ramatis repetiram a Teosofia, o rosacrucianismo, o vegetarianismo, etc, é por que Ramatis ensinou aos teósofos, rosacrucianos e carnívoros a mesma coisa que está agora ensinando ao médium… e mandando-os pesquisar e estudar para não se tornarem somente médiuns robôs mecânicos como os puristas espíritas.

    Saudações.

  39. José Lopes
    6, maio, 2016 em 17:27 | #39

    Volto carinhosamente a perguntar:

    Onde consigo UM Exemplar do livro “A VIDA NO PLANETA MARTE”?

    Se puder me ajudar, desde já agradeço.

    Resposta: jozelito33@hotmail.com

  40. Aldemir Chaves
    1, junho, 2016 em 00:24 | #40

    Caros irmãos, sempre acreditei que dogmáticos, religiões, seitas e linhas que se dizem únicas na verdade, só afastam mais ainda o homem de Deus, e assim, de sua derradeira forma e chance evolutiva.
    Aos meus oito anos de idade, membro de uma Igreja Batista, fervoroso apesar de criança, onde vindo de uma família totalmente evangélica, comecei, sem nenhuma ideia do que acontecia, a ver vultos andantes e luzes em volta das pessoas. Criado por pais rigorosos, apesar de bondosos, me vi acoado e amedrontado, na liberdade de lhes contar o que se passava na minha infantil vida. Como toda boa criança, tinha eu naquela ocasião um grande amigo, que também fazia parte da mesma congregação que eu frequentava. Tinha muita confiança nele e com isso conversávamos muito e acabei contando para ele o que acontecia e o que eu sem entender, visualizava. O mesmo, sem saber o que dizer, me levou a presença de sua mãe, a qual por mais estranho que fosse, eu tinha mais liberdade de conversação, do que com meus próprios pais. Contando-lhe tudo o que se passava comigo, recebi daquela linda e sensível alma de mãe, conselhos que segui a risca. Disse-me ela… que eu não deveria nunca contar para o meu pastor o que ocorria, pois o mesmo me acusaria de endemoniado. Solicitou que eu orasse muito a Deus, pois se aquilo não fosse divino, Deus tiraria de mim, pois certamente ele não permitiria a inclusão de maus espíritos em uma criança, seguidora de suas palavras. Pois é, hoje tenho 54 anos e as coisas não saíram de mim, pelo contrário, foram cada vez mais se fortalecendo e se tornando explicativo e reveladoras.
    E vou mais longe ainda… aos quinze anos de idade, sai da igreja, pois aquilo que me era dito, não parecia ter tanto sentido e bom senso. Afinal, minhas lições vinham de diferentes vozes e seres iluminados. Com isso, comecei a estudar diversas linhas religiosas, sem vincular-me a nenhuma. Aos 22 anos como oficial da Marinha Mercante, pude andar pelo mundo e pesquisar, estudar, me confrontar com muitos ensinamentos, que infelizmente não chegaram até hoje em nosso país, talvez por falta de interesse da tradução, ou sei lá porque. O que sei é que para completar a minha faina espiritual, fui vítima de um naufrágio, onde fiquei 28 dias perdido no mar, dentro de uma balsa inflável, sozinho por 28 dias, na costa da Colômbia. Os demais tripulantes saíram nas baleeiras e juntos enfrentaram esta situação. Para maior entendimento, publiquei um livro contando toda esta história, com o título “Entre Dois Inimigos”. Bem, porquê estou contando tudo isto? Certifico que não é para divulgar meu livro e nem me colocar à frente de nenhuma verdade. Mas, para poder contar, que em meu naufrágio, na minha solidão, no meu desespero, na minha angústia, na minha incerteza, eu fui agraciado com a presença iluminada da Entidade Ramatís. Espírito este, que eu nunca na minha vida havia ouvido falar. Nem mesmo nas minhas idas e vindas estudiosas. Até porque buscava com muito cuidado as leituras sempre tendenciosas a palavra evangelizada. Tive com ele, em forma de desdobramento, coisa que eu nem sabia ao certo o que era e nem como fazer, e garanto, não era delírio. Muitas coisas me foram reveladas, esclarecidas, ensinadas e confirmadas e para maior surpresa minha, ainda me foi dado um endereço, o qual eu deveria procurar, assim que eu conseguisse retornar para minha casa. Lógico, que aquilo soou como uma melodia vitoriosa em meus ouvidos, pois era a certeza de que aquilo era sim, uma lição divina para a renovação dos meus conceitos e verdades. Belo Horizonte, era o meu destino. Estado inclusive, que eu nunca havia ido, pois em BH não tem mar. Chegando lá, depois de tudo que passei, me deparei com tudo aquilo que me foi revelado e tive então o prazer de fazer parte de um grupo espiritualista, de muita seriedade e respeito, conhecido e admirado inclusive pelo nosso grande mestre Chico Xavier.. Grupo Cientifico Ramatís, dirigido e administrado pela Entidade Ramal, filho da linha direta de Ramatís. Comunicante e sempre presente na minha vida, não me deixa duvidar de sua real existência como espírito iluminado. Nunca me pus a pensar em escrever um livro referente a espiritualidade e confesso, que li praticamente todos os livros que se dizem psicografados por Ramatís. Não posso deixar de comentar, que houve sim, muitos deslizes dos médiuns que se dizem psicografá-lo, permitindo que o Animismo do médium tomasse conta em alguns momentos. Não me faço juiz e nem crítico, mas peço sim, que todos semeiem qualquer leitura que façam, peneirando sempre as coisas sensatas, pois assim, mesmo na dúvida, a semente da verdade sempre se revelará.
    Bem, vivido na carne e na alma, não posso acreditar, que espíritos fascinados na enganação e nos falsos impulsos ao bem, possam ter tamanha energia voltada para a luz, quando da luz eles ainda não fazem tamanha participação.
    Irmãos, respeitemos uns aos outros, pois a cada um é dado o seu entendimento. Não julguem, pois essa é a arma sutil das energias negativas, pois baseiam-se na revolta e na confusão para descer a alma do homem, até a lama dos seus egos. Paz no coração de todos e lembrai-vos das palavras do grande mestre Jesus, ” ORAI E VIGIAI”.

  41. 7, setembro, 2016 em 16:57 | #41

    quero sabe como tira sede encartado no porta sede

  42. 13, setembro, 2016 em 14:06 | #42

    Mi amigo “crédulo”. Lea la autoridad que tiene el espiritismo que se encuentra en El Evangelio según el Espiritismo.

    La doctrina espírita NO fue dictada por un solo espíritu y a unos pocos mediums, ni centros espíritas, por el contrario, fue dictada a un sin número de mediums desconocidos entre si y por diversos espíritus (Vea mas información en El Evangelio según el Espiritismo).

    A los que convence un solo espíritu por medio de un puñado de mediums y sin pasar por el control universal de los espíritus, pues sírvanse de crear otra doctrina y no la mezclen con el Espiritismo. Lejos de hacer el bien, confunden a los nuevos adeptos.

    Deberían crear su doctrina y no confundirla con el espiritismo aquellos que:
    —————————————————————————-
    – Están ávidos de las novedades científicas provenientes desde el mundo espiritual omitiendo que es trabajo del Hombre el descubrirlo.
    – Suponen que los espíritus superiores darían fechas de catástrofes o conflictos armados coartando el libre albedrío.

    El Espiritismo, el único que existe, es el que está plasmado en las obras de Allan Kardec y dictada por los espíritus, ¿tan difícil de entender es?.

    Y duela a quien duela, puede dejar de buscar, porque la verdad está en el espiritismo. Hay cosas que no se dijeron, pero las que vengan después solo podrían ampliar conocimientos aún no revelados pero jamás atentar contra lo ya expuesto en las obras fundamentales.

    ¿Si creen que la verdad no se encuentra en el espiritismo, para qué pierden su tiempo con él?.

    La FEB junto con sus mediums idolatrados han perjudicado al Espiritismo publicando libros fantasiosos que nada tienen que ver con el Espiritismo, modificando el contenido de las obras de Allan Kardec, en fin, no tienen credibilidad para nada.

    Creo que han olvidado la parte científica del espiritismo, por lo cual, lo expuesto por Chico Xavier, Divaldo, Ramatís / Maes, solo puede ser considerado como opiniones personales de las cuales el Espiritismo no se hace responsable.

  43. Vitor
    15, novembro, 2016 em 16:55 | #43

    @Ray Magno
    “pesquisar e estudar para não se tornarem somente médiuns robôs mecânicos como os puristas espíritas.” Pesquisamos e estudamos, seu preconceito revela bem a posição que se encontra através dos caminhos que vem experimentando.

  44. Vitor
    15, novembro, 2016 em 17:15 | #44

    Acho que a chave da questão aqui é: “Cabe notar, também, que boa parte de tais ideias não são repetidas em livros psicografados por outros médiuns de Ramatis, que inclusive já fizeram análises atribuindo tais discrepâncias a uma suposta interferência anímica de Hercílio Maes.” A Análise das diferenças contidas entre as obras de Ramatis por outros Médiuns e das Obras de Ramatis por Hercílio Maes é que pode ajudar a identificar contradição, pois um espírito superio, ou evoluído caso seja o caso e Ramatis, não iria entrar em contradição. Sobre Emamanuel, a Doutrina Espírita sempre afirmou que o que vale aos espíritos é a o fundo da msg, não haveria por que não divulgar uma msg real e de luz de Ramatis, e tb o “reconhece-se a árvore pelos frutos.” Por fim, Kardec já dizia não ser a Doutrina Espírita a única a dispensar a Luz. O tempo passará e novas situações aparecerão que não puderam ser tratadas por KArdec,a comunicação mediúnica via aparelhos eletrônicos TCI é estudada no mundo todo e muitos espíritas rejeitam por KArdec não tratar disso, oras, daqui a 120 anos quais tipos de tecnologia não poderão nos ajudar? O lápis seria a única forma de Deus de permitir o contato? KArdec pra mim é um norte, na essência e não na forma, qualquer coisa que mude o sentido, a moral das coisas da codificação eu ficarei atento, agora, quanto à forma, quanto aos caminhos para se chegar ao mesmo lugar, isso não me preocupa. Sobre Emmanuel, Ramatis, cada espírito só pode falar daquilo que sabe, daquilo que entende, um Espírito Superior terá uma opinião diferente de um espírito perfeito sobre o mesmo assunto e isso é normal, assim como espírtos sábios e benevolentes terão opiniões diferentes, pois falam do que são capazes de ver e por isso sempre haverá opiniões diferentes.

  45. Ray Magno
    8, dezembro, 2016 em 12:33 | #45

    “Pesquisamos e estudamos, seu preconceito revela bem a posição que se encontra através dos caminhos que vem experimentando.” – Vitor.
    .
    Pois é irmãozinho. Um estudante de qualquer doutrina tem o dever da postulação pontual mínima e inteligente de saber o que “realizam” as outras doutrinas. Falar é a parte mais fácil. Julgar sem um real conhecimento, então, é apanágio de mentes tacanhas e bafejadas com a doce e aveludada ignorância.
    .
    O que mais julgam são exatamente os que menos sabem. Já reparou nisso, irmãozinho? Seria comparar tais pessoas a modernos fariseus? Pois é, achar que uma só doutrina explica tudo é a arrogância mais caótica elevada a um expoente simplesmente inexistente.
    .
    Quando perguntado o que era a verdade o Mestre dos Mestres simplesmente calou-se. Precisamos dizer mais?
    .
    Ainda bem, para seus admiradores, que Ramatis é espírito universalista e sábio, que conclama a estudarmos a todas as religiões e filosofias, inclusive ao espiritismo de quem fala muito bem. Já sobre os cardecistas fanatizados ele não é muito complacente, embora entenda essas fraquezas do ego.
    .
    Saudações.

  46. Ray Magno
    11, dezembro, 2016 em 12:35 | #46

    “Pesquisamos e estudamos, seu preconceito revela bem a posição que se encontra através dos caminhos que vem experimentando.” – Vitor.
    .
    Pois é irmãozinho. Um estudante de qualquer doutrina tem o dever da postulação pontual mínima e inteligente de saber o que “realizam” as outras doutrinas. Falar é a parte mais fácil. Julgar sem um real conhecimento, então, é apanágio de mentes tacanhas e bafejadas com a doce e aveludada ignorância.
    .
    Os que mais julgam são exatamente os que menos sabem. Já reparou nisso, irmãozinho? Seria comparar tais pessoas a modernos fariseus? Pois é, achar que uma só doutrina explica tudo é a arrogância mais caótica elevada a um expoente simplesmente inexistente.
    .
    Quando perguntado o que era a verdade o Mestre dos Mestres simplesmente calou-se. Precisamos dizer mais?
    .
    Ainda bem, para seus admiradores, que Ramatis é espírito universalista e sábio, que conclama a estudarmos a todas as religiões e filosofias, inclusive ao espiritismo de quem fala muito bem. Já sobre os cardecistas fanatizados ele não é muito complacente, embora entenda essas fraquezas do ego.
    .
    Saudações.

  47. iolanda
    20, dezembro, 2016 em 20:57 | #47

    Boa noite. Até a bem pouco tempo nunca tinha ouvido falar sobre Ramatis. Conheci pq algumas pessoas de Ramatis comecaram a ir na casa de um parente meu.Como temos uma pessoa doente na familia,eu sou uma das pessoas que cuido do doente algumas vezes que necessário. Num desses dias me desentendi com a dona da casa. Me alterei muito, gritei e sei que quem age assim perde a razao. Sei que agi mal. Tudo ficou bem entre eu e a outra pessoa. A minha dúvida é: no dia que as pessoas da Ramatis foram na casa do meu parente foi comentado o ocorrido e a pessoa que estava incorporada disse que eu tinha incorporado algum espirito e que não deixassem eu chegar perto do doente que eu podia incorporar novamente e que eu poderia até matá-lo. O doente é meu irmão e já ajudo a cuidar dele há quase dois anos. Eu tenho certeza que nao incorporei nada e mesmo que fosse, tem a medium o direito de dizer isso? A Ramatis pelo que li antes de escrever isto é de cura, união, amor e não de desunião. Depois disso tenho um bloqueio com meu irmão, não porque deixei de amá-lo, mas pelo que relatei. Posso eu que amo o meu irmão que é como um pai, que sempre me ajudou tanto, fazer mal a ele? Muito obrigada por poder dividir com vocês que conheco tão pouco´, a minha dúvida.Um abraço.

  48. luiz
    25, dezembro, 2016 em 12:11 | #48

    Feliz Natal Iolanda. É comum as pessoas acharem que tudo é culpa dos espíritos, e os espíritos brincalhões se divertem incentivando estas ações. Esqueça este mal intendido, perdoa a todos e volte a vida normal com o seu irmão. Um bom espírito, conhecedor dos seus sentimentos íntimos jamais falaria uma bobagem dessa, não é verdade? Desejo a você um feliz Natal, muito amor, paz e muita saúde para o seu irmão…não tenha medo, você não vai encorporar nenhum espírito quando estiver próximo ao seu irmão, oque vai acontecer, será uma benção divina.

  49. Ray Magno
    28, dezembro, 2016 em 13:03 | #49

    Olá Iolanda.
    .
    Há sim muitos mais obsessores em todos os lugares desta Terra do que supõe nossas vãs filosofias.
    .
    Há também muitos médiuns dominados por obsessores e no cardecismo, isso é muito comum.
    .
    Porém, uma mente esclarecida e realmente evangelizada não permitirá tão fácil que esses obsessores conhecidos também por eguns, se manifestem.
    .
    Muitas vezes é difícil conter a raiva mesmo para pregadores de púlpito cardecista, que se dizem evangelizados e eles entram numa frequência vibratória bastante baixa e falam muitas bobagens como se fossem verdades espirituais.
    .
    Mas sempre negarão que foram ou estão obsedados e dirão, no mínimo, intuídos por seus mentores. Já vi pessoas conceituadas nas lides cardecistas, com obras editadas, se irritarem por que foram contrariadas em seus pontos de vista. Viu um até jogar um livro para o alto que caiu sobre a mesa com estardalhaço – por que foi contrariado.
    .
    Então leia Ramatis querida, não é tão caro um livro, ou mesmo na internet você pode ter acesso.
    .
    Ramatis irá esclarecer-lhe coisas maravilhosas e deixá-la atenta contra os fanáticos adoradores.

  50. Marco Aurélio
    27, janeiro, 2017 em 12:07 | #50

    Acho que houve uma confusão, na interpretação da afirmação de Emmanuel a respeito de Ramatis. Acho que ele quis dizer que o trabalho de Ramatis é honesto. Não quis dizer “correto “.
    É como se eu pintasse um quadro. Seria um trabalho honesto, esforçado. Mas muito longe da verdade …de um Monet, por exemplo.

Página de comentários
1 2 144