Quem somos

Este blog é mantido por Luiz Carlos da Silva e Edson Rocha.

  1. 7, março, 2012 em 21:20 | #1

    As matérias são ótimas. Muito bom

  2. claudio
    14, março, 2012 em 22:10 | #2

    gostaria de saber qual a religião dos amados…pois nos comentários falam sobre o catolicismo, o protestantismo, o espiritismo kardecista…
    grato pela atenção

  3. luiz
    15, março, 2012 em 19:14 | #3

    Caro Amigo Claudio nossa religião é Espírita e os comentários em que envolvem o Catolicismo, Protestantismo, etc. se faz necessário, pelo fato de serem repositórias de verdades insofismáveis, porém, em qualquer denominação há os que a corrompem em benefício próprio. Sendo assim, devemos seguir o conselho de Paulo de tarso. “Ler tudo, mas reter o que é bom”.
    Grato pelas palavras.
    Luiz Carlos e Edson Rocha

  4. luiz
    15, março, 2012 em 20:24 | #4

    Obrigado Aleks,
    Um abraço
    Luiz e Edson

  5. Roberto A Torres
    12, agosto, 2012 em 21:02 | #5

    Boa tarde; Sou espírita e concordo plenamente com os temas que li até o momento; Parabéns.-

  6. Paula
    13, novembro, 2012 em 22:38 | #6

    Olá, amigos, encontrei o site de vcs por acaso e achei os textos que li até agora bastante instigantes, mas percebi uma certa hostilidade em relação a praticamente tudo que não tenha sido abordado nas publicações de Allan Kardec.

    Me desculpem se eu tiver tido uma impressão errônea a respeito do posicionamento de vcs, mas fiquei curiosa e gostaria de entendê-los melhor, se for possível, nessa área do site ou por email, quem sabe, trocarmos ideias a respeito da doutrina.

    Sobre as obras psicografadas pelo Chico, especialmente as ditadas por André Luiz e Emmanuel, exceto pelas partes que realmente contradizem noções do pentateuco kardeciano, não consigo entender qual a base para refutá-las de forma tão veemente. Por exemplo, em relação ao que foi retratado em Nosso Lar, as noções de colônias espirituais, por que não podem existir daquela forma? Imagino que existam organizações diferentes, condizentes com o nível espiritual de cada um e, pelo que já li de André Luiz, ele não faz ainda parte dos espíritos superiores, de forma que não agride o bom senso (ao menos, para mim) que naquele nível espiritual se vá para uma colônia de organização bem semelhante à da Terra. Imagino que os espíritos de nível superior não necessitem mais de várias daquelas formas, mas imagino também que o nível geral dos habitantes encarnados e desencarnados provenientes da Terra ainda não seja tão elevado, de maneira que as descrições de André Luiz não seriam tão absurdas.

    O que vcs pensam a respeito?

    Desculpem se me alonguei demais!

    Abraços

  7. Saulo Signore Zacanini
    30, novembro, 2012 em 12:53 | #7

    @Paula

    Paula, já podemos vislumbrar tais aspectos em filmes futurísticos, ora o que podemos visualizar, podemos criar. E, ainda, é melhor desconfiar do que não vimos do que afirmar do contrário, sem ter certeza. Minha opnião.

  8. Edimar Morais
    18, dezembro, 2012 em 04:59 | #8

    Prezados,

    Muita coisa boa escrita em seu espaço virtual, muito a aprender e a estudar, inclusive refletir sobre
    matérias aqui expostas como base para discernimento de outras também aqui gravadas.
    Amor, caridade, aprendizado constante, humildade, eis algumas bases da doutrina ensinadas por ELE a mais de 2000 anos!
    De tudo que aqui (este planeta) estamos para aprender, o mais importante: amor e caridade, e disto vem junto a humildade!

    Abraços fraternais.
    Edimar

  9. josé carlos
    24, janeiro, 2013 em 21:37 | #9

    Discordo de tudo que li neste site e acho que ele esta muito aquem das verdades

  10. Linda Maria
    9, março, 2013 em 16:22 | #10

    @luiz
    Resposta contraditória: “nossa religião é a espírita” em contraposição ao texto “espiritismo não é religião”. Havemos que principiar do princípio os esclarecimentos,não? Penso que reafirmar uma concepção equivocada é mais equivocado ainda.

  11. Anderson Nilton Hurtado Antunes
    21, abril, 2013 em 15:36 | #11

    É interessante quantas pessoas criticam o site só por sentirem que discordar de espíritos memoráveis como o do Chico é “pecado”! Porém não refutam os argumentos e sim o autor. Estou a dois dias lendo e assistindo os vídeos disponíveis neste site e me sinto feliz por encontrar pessoas que prezam a verdade.

  12. Alex K. Silva
    26, maio, 2013 em 19:56 | #12

    Olá, Estive lendo aqui um artigo chamado “Tradutor, traidor”, que fala sobre “Erros” de tradução da codificação para o português. Pois gostaria de saber dos amigos se, de verdade há um tradutor em quem se possa “Confiar”,pois verifiquei e nos exemplares que possuo estão os erros citados no artigo a cima. Fiquei um tanto Receoso e agora quero ver outras traduções, se pudesse tentaria arrumar os livros em francês mas não entendo francês! Então, os amigos poderiam se possível me recomendar alguma tradução Confiável dos 5 livros básicos? Desde já, Obrigado!

  13. Roberta
    18, junho, 2013 em 01:30 | #13

    Boa noite,

    Estou fazendo um trabalho sobre os caboclos e gostaria pedir-lhes que se possível me enviassem os simbolos e seus significados do espiritismo.

    Agradeço antecipadamente por sua atenção.

  14. luiz
    23, junho, 2013 em 23:34 | #14

    Boa noite Roberta.
    O espiritismo não possui simbolos, você deve estar se referindo aos nossos irmãos da Umbanda.

  15. Pacheco
    12, setembro, 2013 em 12:28 | #15

    Cite um texto dos livros da Codificação, onde está escrito que o Espiritismo é somente o que está dito neles.
    Vocês precisam ver isso >> http://www.forumespirita.net/fe/jornal-das-boas-noticias/frei-beto-e-a-pluralidade-dos-mundos-habitados/30/

    Pacheco

  16. Henrique
    12, novembro, 2013 em 02:21 | #16

    Parabéns pelo site. A muito tempo me sinto desconfortável para não dizer chocado com determinados assuntos que são abordados com uma naturalidade quase que irracional por palestrantes espiritas.
    O espiritismo chiquista é uma realidade e suas variantes comerciais corroem os alicerces da doutrina, atraindo cada vez mais a atenção dos iniciados para o consolo instantâneo com obras de pseudo moral exotérica, deixando obviamente de lado o laborioso caminho da reforma íntima.

  17. wilson
    18, dezembro, 2013 em 19:40 | #17

    O Espiritismo não adota em suas reuniões: paramentos ou quaisquer vestes especiais; vinho, cachaça, ou qualquer outra bebida alcoólica; incenso, mirra, fumo ou quaisquer outras substâncias que produzam fumaça; altares, imagens, andores e velas; hinos ou cantos em línguas mortas ou exóticas; danças ou procissões; atendimento a interesses materiais, terra-a-terra, mundanos; pagamento de qualquer espécie; talismãs, amuletos, orações miraculosas, bentinhos e escapulários; administração de sacramentos, concessão de indulgências, distribuição de títulos nobiliárquicos; horóscopos, cartomancia, quiromancia e astrologia; rituais e encenações extravagantes; promessas e despachos; riscar cruzes e pontos, praticar, enfim, a longa série de atos materiais oriundos de velhas e primitivas concepções religiosas.
    O Mestre Allan Kardec em seus livros não manda ninguém usar, velas, incenso, amuletos, roupas brancas, imagens de santos, fazer despachos, nem sacrificar pobres animais, quem pratica essas coisas são pessoas ligadas aos cultos afro brasileiro.
    Não estou descriminando nada, só estou definindo questões Doutrinarias.
    Os Espíritos de Luz.
    Os Espíritos de Luz ou os Espíritos Superiores e Elevados não possuem necessidades matérias, eles estão moralmente depurados.
    Os Espíritos de Luz possuem sempre uma Linguagem pura, digna, elevada, nobre, lógica e sublime de moralidade e seus ensinamentos visam sempre a melhoria Moral e espiritual das pessoas.
    Os Espíritos Elevados são Virtuosos em seus ensinamentos.
    Eles pregam o Bem, a caridade, o amor, a elevação moral, a disciplina, a ordem, as virtudes.
    Os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores possuem sempre uma Linguagem moralmente pesada, grosseira, ímpia, agressiva, maliciosa, sem lógica e sem elevação moral.
    E suas mensagens só tratam de assuntos matérias vulgares.
    Os Espiritos de Luz jamais vão pedir coisas matérias, como velas, despachos, cachaça, charutos, farofa e sacrifícios de animais.
    Somente espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos é que pedem tais absurdos.

    Esse site é muito bom e superior aos outros que tem por base o misticismo religioso.

  18. Helio Pinto Ribeiro
    13, maio, 2014 em 12:47 | #18

    Boa tarde!
    Gostaria de saber a opinião de vocês sobre a obra de Wanderley de Oliveira

  19. d
    18, maio, 2014 em 16:51 | #19

    dfsd spiritos de Luz jamais vão pedir coisas matérias, como velas, despachos, cachaça, charutos, farofa e sacrifícios de animais.
    Somente espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos é que pedem tais absurdos.
    Esse site é muito bom e s

  20. Marcia Ruas Gonçalves
    25, junho, 2014 em 16:44 | #20

    Olá ! Adorei as materiais e são bem consistentes e na quilo que nmais acredito na fé raciocinada…adorei ..Abraços

  21. Cláudio Peroba
    10, agosto, 2016 em 08:38 | #21

    Bom dia Senhores,
    Sou um espírita recente e acabo de tomar contato com este site, cuja existência, não fazia ideia. Confesso que foi com surpresa que me deparei com os “combativos” textos aqui presentes, mas logo a seguir, me confirmaram a certeza de que aqui também está o velho e indefectível homem. Repetindo a cartilha de muitas seitas e movimentos políticos que se propõem a defender uma nova ordem social, mas justa e tolerante, vejo que também no espiritismo há os que, sob a bandeira da “defesa da verdade”, dedicam sua energia mais ao combate de grupos irmãos, que deveriam ter o mesmo objetivo do que com os sagrados preceitos trazidos por Jesus, traduzidos na árdua e dificílima reforma íntima. Uma das poucas coisas que aprendi na vida é que toda a energia que pudermos empregar na defesa de uma causa justa é ínfima, diante das dificuldades impostas pelo mundo infantil, primitivo e sem lógica em que ainda vivemos. Tenho incontáveis dúvidas sobre o espiritismo, mas apesar de ter lido o Pentateuco de Kardec e muitos dos livros criticados neste site, não achei que inconsistências que invalidem estes últimos, frente ao conteúdo escrito pelo ilustre codificador da doutrina. Acho que a vida de Chico Xavier são um testemunho vivo da humildade, caridade e dedicação ao bem, pregadas por Cristo. Assim, com todo o respeito ao trabalho desenvolvido por vocês, acredito que informações truncadas, entendimentos diferentes e imprecisões sob a Doutrina, são absolutamente irrelevantes diante da grande estrada que todos temos pela frente: a evolução moral, diante da qual todos somos minúsculos andarilhos. Acho que todos devemos vigiar para não cairmos na armadilha da facilidade de focar a forma versus o conteúdo, das lutas externas ao invés das internas.
    Atenciosamente,
    Cláudio Peroba.

  22. 20, outubro, 2016 em 14:25 | #22

    site maravilhoso!